Tamanho do texto

Ex-alunos da Escola Estadual Raul Brasil, Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro invadiram o colégio armados e mataram sete pessoas antes de cometerem suicídio; mais cedo, eles mataram o tio de Guilherme

Carro usado pelos atiradores de escola em Suzano passou por perícia; jovens roubaram veículo em concessionária
Rovena Rosa/Agência Brasil - 13.3.19
Carro usado pelos atiradores de escola em Suzano passou por perícia; jovens roubaram veículo em concessionária

Dois atiradores abriram fogo contra funcionários e alunos da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. No total, o massacre em Suzano deixou 10 mortos. Cinco eram estudantes com idades entre 15 e 17 anos de idade. Duas eram funcionárias da escola. Um homem, tio de um dos atiradores, também morreu. Já os dois criminosos, que eram ex-alunos da escola, cometeram suicídio. 

Veja o que se sabe até agora sobre o massacre de Suzano :

Linha do tempo

Atiradores invadiram escola em Suzano, abriram fogo e depois se suicidaram
Reprodução
Atiradores invadiram escola em Suzano, abriram fogo e depois se suicidaram
  • Guilherme Taucci Ribeiro posta fotos armado nas redes sociais
  • Luiz Henrique de Castro aluga um carro e se encontra com Guilherme
  • Os dois vão para a concessionária, onde atiram no empresário Jorge Antonio Moraes, tio de Guilherme
  • Por volta das 9h30, os atiradores abrem fogo contra funcionários e alunos
  • Além de um revólver calibre 38, a dupla carrega garrafas de coquéteis molotov e armas medievais como uma besta, um arco e flecha e um machado
  • Eles também levam uma arma com fios, que aparentava ser uma bomba
  • Guilherme disparou contra todas as vítimas, enquanto Luiz Henrique desferiu golpes com as outras armas
  • Após se verem cercados de policiais, atiradores cometem suicídio. Guilherme atira contra Luiz Henrique e depois tira a própria vida
  • Perícia determina que mochila não contém explosivos
  • Resgate é acionado e retira as vítimas. Seis morreram no local, enquanto um foi dado como morto ainda na ambulância. 23 pessoas, entre feridos e pessoas que passaram mal, chegaram a ser internadas
  • Às 13h30, polícia divulga a identidade dos assassinos
  • Cerca de uma hora depois, são divulgados os nomes das vítimas
  • Perícia deixa a escola no final da tarde
  • Já na madrugada desta quinta-feira (14), começa o velório da primeira vítima
  • Pela manhã, todos os corpos, incluindo os dos assassinos, já estão sendo veladas

Vítimas fatais

Atiradores cometeram suicídio após abrirem fogo em escola de Suzano
Reprodução
Atiradores cometeram suicídio após abrirem fogo em escola de Suzano
  1. Jorge Antônio Morais (51 anos, dono de uma concessionária perto da escola)
  2. Marilena Ferreira Veira Umezo  (59 anos, professora)
  3. Eliana Regina de Oliveira Xavier (38 anos, funcionária da escola)
  4. Claiton Antônio Ribeiro (17 anos, estudante)
  5. Caio Oliveira (15 anos, estudante)
  6. Samuel Melquíades Silva de Oliveira (16 anos, estudante)
  7. Douglas Murilo Celestino (16 anos, estudante)
  8. Kaio Lucas da Costa Limeira (15 anos, estudante)

Vítimas internadas

Atirador invadiu a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP) e abriu fogo contra funcionários e alunos
Reprodução
Atirador invadiu a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP) e abriu fogo contra funcionários e alunos



  1. Anderson Carrilho de Brito (Santa Casa - São Paulo) - Em estado grave
  2. Letícia de Melo Nunes (Hospital Santa Marcelina – Itaquaquecetuba)
  3. Samuel da Silva Félix (Hospital Santa Maria – Suzano)
  4. Beatriz Gonçalves Fernandez (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
  5. Murilo Gomes Lauro Benites (Hospital das Clínicas de São Paulo)
  6. Jenifer da Silva Cavalcante (Hospital Luzia de Pinho Melo – Mogi das Cruzes)
  7. Leonardo Vinícius Santa Rosa (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
  8. Adina Isabella Bezerra de Paula (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
  9. Guilherme Ramos do Amaral (Santa Casa de Misericórdia de Suzano)
  10. José Vítor Ramos Lemos (Hospital Santa Maria – Suzano)
  11. Leonardo Martinez Santos (Hospital Luzia de Pinho Melo – Mogi das Cruzes)

Quem são os atiradores?

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, foi identificado com um dos atiradores de Suzano
Reprodução
Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, foi identificado com um dos atiradores de Suzano


  • Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, cresceram na mesma rua e são amigos de infância
  • Guilherme foi criado pelos avós e sua mãe é dependente química
  • A avó de Guilherme morreu há quatro meses
  • Ele trabalhou na concessionária do tio Jorge Antônio Morais, mas foi demitido e atualmente não estudava e nem trabalhava
  • Luiz Henrique morava com os pais, um irmão e um avô
  • Ele trabalhava como jardineiro em uma empresa na Zone Leste
  • Ambos são ex-alunos na Escola Estadual Raul Brasil
  • Guilherme abandonou os estudos em 2018, mas negociava um retorno a mesma escola
  • Familiares de Guilherme dizem que o jovem era vítima de bullying, mas a maioria dos colegas desmentiu a informação
  • Os dois criminosos eram entusiastas de jogos violentos de computador
  • Eles também frequentavam fóruns anônimos na deep web onde, segundo a investigação, plenajaram o crime por mais de um ano

A investigação ainda procura saber o que motivou os dois ex-alunos a abrirem fogo na escola em Suzano . Também não se sabe se os alunos atingidos eram alvo dos atiradores, mas a acredita-se que o único objetivo era causar o número máximo de mortes. A polícia também quer descobrir porque os dois mataram Jorge Antônio Morais, tio de Guilherme. Uma linha de investigação é que seria uma vingaça por conta da demissão, enquanto outra ates que Jorge teria descoberto o plano da dupla.