Tamanho do texto

Motorista foi encontrado morto dentro do veículo; segundo a Polícia Militar outras cinco pessoas foram atropeladas no acidente na Penha nesta terça

Acidente no Rio ocorreu no início da tarde na esquina das ruas José Maurício com Comandante Conceição
Reprodução
Acidente no Rio ocorreu no início da tarde na esquina das ruas José Maurício com Comandante Conceição

Duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas após um caminhão do tipo reboque atropelar pedestres e bater em diversos carros nesta terça-feira (7), na Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Militar um pedestre e o motorista do veículo morreram no local do acidente no Rio.

Leia também: Responsável por atropelamento de 18 pessoas em Copacabana vira réu por homicídio

A causa da morte dele é desconhecida. Na cabine, a polícia encontrou um pino de cocaína. O acidente no Rio ocorreu no início da tarde desta terça-feira na esquina das ruas José Maurício com Comandante Conceição, em direção ao Largo da Penha. O motorista, identificado como Carlos Henrique Dantas Sarmento, de 40 anos, entrou na via pela contramão. 

A Secretaria Estadual de Saúde ainda não informou o estado de saúde das vítimas atingidas pelo caminhão . Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, no mesmo bairro. Por volta das 20h, apenas uma pessoa seguia internada. 

Leia também: Dois prédios são esvaziados por risco de desabamento na zona sul de São Paulo

O militar Hilário da Silva Damazio, de 52 anos, testemunhou o acidente e disse ao jornal O Dia que "parecia um atentado terrorista". "O caminhão chegou arrebentando tudo quanto é carro. Só não arrastou mais porque uma moto que parou debaixo do caminhão o travou", contou. A Polícia Militar vai investigar as causas do acidente no Rio .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.