Tamanho do texto

Tamara Maiochi teria se desequilibrado ao levantar de uma cadeira e sofreu o grave ferimento; peritos estiveram no local e corpo foi encaminhado ao IML

A comemoração da  vitória do Brasil sobre a Sérvia pela Copa do Mundo na quarta-feira (27) terminou em tragédia em Itatiba, no interior de São Paulo. Tamara Maiochi, de 30 anos, morreu ao sofrer uma queda e cortar o pescoço com estilhaços de uma taça de vidro.

Tamara Maiochi morreu durante a comemoração da vitória do Brasil
Reprodução/ Facebook
Tamara Maiochi morreu durante a comemoração da vitória do Brasil

Testemunhas contaram à polícia que a mulher estava participando de uma comemoração da vitória do Brasil quando se desequilibrou ao levantar de uma cadeira e sofreu o grave ferimento. Amigos da vítima tentaram conter o sangramento enquanto acionaram o resgate. No entanto, ela não resistiu e morreu no local.

O delegado Luciano Carneiro de Paiva explicou na ocorrência que Tamara estava com a taça na mão e um celular na outra. “Em seguida, ela escorregou, foi se apoiar na mesa e a taça atingiu no pescoço. A investigação continua, mas tudo indica que realmente foi acidente.”

Após os bombeiros constatarem a morte da mulher, peritos estiveram no imóvel e o corpo de Tamara Maiochi foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. O caso foi registrado na delegacia da cidade como morte suspeita.

Leia também: Temer celebra resultado do jogo do Brasil na Copa do Mundo: "que venha o México"

Comemoração da vitória do Brasil termina em confusão em Minas

Em Belo Horizonte (MG), no Estádio do Mineirão a festa pela vitória do Brasil Mundo terminou em confusão e pisoteamento. Centenas de torcedores acompanharam a partida perto do estádio, em um evento que oferecia atrações e um show da banda Jota Quest.

No entanto, com a lotação, alguns torcedores tentaram invadir o local, dando origem a um tumulto. Várias pessoas foram pisoteadas e tiveram ferimentos. Ao menos quatro torcedores foram encaminhados ao Hospital Odilon Behrens.

Segundo testemunhas, às 15h, quando o jogo começou, o evento contava com filas enormes do lado de fora e alguns torcedores começaram a pular as grades e forçar as entradas.

Leia também: ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia

A Polícia Militar calcula que nove mil pessoas ficaram de fora da arena durante a comemoração da vitória do Brasil e protestaram porque a organização tinha avisado que os acessos seriam fechados. O evento, com capacidade para quase 30 mil pessoas, ocorreu na esplanada do Mineirão e tinha entrada gratuita, sem necessidade de retirada antecipada de ingressos.

* Com informações da Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.