Tamanho do texto

Abastecida por trem, cidade não sofreu carência de gasolina por causa da greve dos caminhoneiros; funcionários deram falta de parafusos na linha

Trem com combustível descarrila e polícia investiga hipótese de sabotagem em Bauru, no interior de São Paulo
Reprodução/Rede Globo
Trem com combustível descarrila e polícia investiga hipótese de sabotagem em Bauru, no interior de São Paulo

Um trem que trazia seus dez vagões carregados com 650 mil litros de diesel, na manhã desta terça-feira (29), descarrilou em Bauru, no interior de São Paulo. O acidente aconteceu justo no nono dia da greve dos caminhoneiros, que – embora venha afetando todo o Brasil – não chegou a prejudicar o abastecimento da cidade. Isso porque a distribuição de combustível é feita por transporte ferroviário na cidade.

Leia também: Está difícil para todos! 'Homem de Ferro' é flagrado com galão em fila de posto

De acordo com a Polícia Civil, apesar de terem saído dos trilhos, os vagões não chegaram a tombar. Além disso, não houve vazamento do combustível, que havia sido carregado na Refinaria de Paulínia, na região de Campinas, e se destinava às três empresas que abastecem os postos de Bauru e de cidades da região.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de sabotagem . Afinal, segundo o jornal O Estado de S.Paulo , funcionários teriam encontrado parafusos soltos nos trilhos. A concessionária da ferrovia não chegou a confirmar essa informação, mas a investigação vai apurar o caso. De qualquer maneira, soltar tais parafusos exigem equipamentos específicos.

Leia também: Servidores furtam combustível para seus carros particulares e acabam afastados

“Equipes trabalham no local para retomar a operação do pátio o quanto antes. O ocorrido não afeta as demais operações”, informou em nota oficial a concessionária Rumo, responsável pelo transporte sobre trilhos na região. Uma sindicância foi aberta para apurar as causas do acidente.

Bauru é abastecida por linhas ferroviárias

Desde o início da greve dos caminhoneiros , a cidade vinha na contramão de todo o território brasileiro, garantindo seu abastecimento por meio do transporte sobre trilhos.

Porém, nessa segunda-feira (28), após a 'vantagem' da cidade ter sido exposta em rede nacional, diversos donos de carros de municípios vizinhos se dirigiram à cidade, a fim de conseguir reabastecer seus veículos.

No mesmo dia, ao tomar conhecimento da chegada de combustível por trem, grupos de caminhoneiros bloquearam as saídas dos terminais e, nesta terça, os caminhões estavam saindo das distribuidoras de Bauru com escolta policial.

Leia também: Melhora tímida nos postos: veja tudo sobre o 9º dia da greve dos caminhoneiros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.