Tamanho do texto

Gate foi acionado para conter rapaz, que estava dentro da Polishop; mesmo com corredor interditado, demais lojas seguiram funcionando normalmente

Funcionária é feita refém por um homem armado com uma faca no Shopping Pátio Paulista
Reprodução/Twitter
Funcionária é feita refém por um homem armado com uma faca no Shopping Pátio Paulista

Uma mulher foi mantida refém em uma loja no Shopping Pátio Paulista , na região central de São Paulo, no início da tarde desta quinta-feira (26). O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar de São Paulo foi acionado para conter o rapaz, que estava armado com uma faca dentro da loja Polishop.

Leia também: "Estava cansado de ser ignorado", diz homem que esfaqueou sua chefe até a morte

Apesar do corredor da loja em questão ter sido interditado, o resto do  shopping  segue funcionando normalmente. De acordo com informações da rádio Jovem Pan , assim que o homem entrou na loja Polishop, ela foi esvaziada. Equipes de saúde também estavam presentes no local para prestarem socorro aos envolvidos no caso.

Segundo informações da rádio e da  TV Globo , a refém era a própria namorada do agressor, que depois de ter ameaçado quebrar a loja – e ter brigado com outro homem alegando que a vítima mantinha um caso com ele – foi rendido pela Polícia Militar.

As negociações entre o acusado e os policiais duraram cerca de uma hora, terminando por volta das 14h.

Leia também: Moro contraria Lula e diz que decisão do STF não o afasta da ação sobre sítio

Agressor sofreu um "surto"

Em entrevista à imprensa, o major Valmor Saraiva Racori afirmou que o suspeito “sofreu um surto”, e que o agressor gritava durante a ação: “Sorte dela que eu não estou armado, não deu tempo de pegar uma arma. Liga pra ele, agora, liga de novo. Você está transando com esse vagabundo”.

A assessoria do Shopping Pátio Paulista informou que a mulher é uma funcionária da loja que foi abordada pelo marido por volta das 12h.

Ainda de acordo com a TV Globo , o homem que discutiu com o agressor é um colega de trabalho da vítima, que sofreu um ferimento de faca na perna. Ele foi atendido pela equipe médica do  shopping  e passa bem. A namorada do agressor também foi socorrida pela equipe e, de acordo com testemunhas, não foi ferida pelo invasor.

Leia também: Tailandês é preso ao espancar namorada e transmitir tortura em live do Facebook