Tamanho do texto

Baixas temperaturas durante a madrugada e calor durante a tarde são características típicas do outono e devem continuar pelos próximos dias

Friozinho na madrugada da cidade de São Paulo deve continuar nos próximos dias, mas não tão intenso quanto sábado
Shutterstock
Friozinho na madrugada da cidade de São Paulo deve continuar nos próximos dias, mas não tão intenso quanto sábado

Nada de deixar as cobertas guardadas na hora de dormir. As últimas madrugadas na cidade de São Paulo provam que o inverno está cada vez mais próximo, e os moradores devem se preparar para as baixas temperaturas durante a noite. A madrugada deste sábado (21), por exemplo, registrou a menor temperatura mínima do ano.

Leia também: Aposta em Brasília acerta sozinha a Mega-Sena e leva prêmio de R$ 9,3 milhões

De acordo com dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo , os termômetros chegaram a registrar 12,5ºC de média na capital paulista.

Em alguns bairros o valor foi ainda menor: na zona sul, a temperatura em Capela do Socorro caiu para 7,6ºC e em Parelheiros para 9ºC; já em Perus, na zona norte, o valor também foi mais baixo do que o registrado na cidade e chegou a 9,6ºC, enquanto em São Mateus, na zona leste, foi levemente mais quente, com termômetro marcando 10ºC.

Leia também: Reconstituição do assassinato de Marielle Franco é marcada para maio

Até então, a temperatura mínima mais baixa do ano havia ocorrido na quinta-feira (19), quando a capital registrou 13,1ºC de média. “Madrugadas frias e tardes quentes são características observadas no outono, portanto ainda podem ocorrer novos recordes no decorrer da estação”, como explica o técnico em meteorologia do CGE, Adilson Nazário.

Variação de temperatura continua nos próximos dias

Como é algo característico do outono, a variação de temperatura vai continuar nos próximos dias. Mas se você não gosta de frio pode ficar tranquilo que as mínimas tendem a ficar um pouco mais elevadas, segundo o CGE, e as máximas até ligeiramente acima da série histórica do mês de abril. 

Na madrugada deste domingo (22), os termômetros devem cair para 15ºC, mas os bairros mais extremos da cidade devem registrar temperaturas mais baixas. O percentual de umidade varia entre 38% e 90%, mas, apesar do aumento de nebulosidade no fim do dia, não há previsão de chuva.

Leia também: Vítimas de violência, um milhão de indígenas buscam representatividade no Brasil

Já na segunda-feira a mínima deve ficar por volta dos 16ºC, com predomínio de sol ao longo do dia, favorecendo a rápida elevação das temperaturas na cidade de São Paulo. A máxima pode atingir os 28ºC e, mais uma vez, não há previsão de chuva.