Tamanho do texto

Parada integra Linha 4-Amarela do Metrô da capital paulista; entrega acontece anos mais tarde que o previsto pelo governador Geraldo Alckmin

A estação Higienópolis - Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô, foi entregue hoje pelo governador Geraldo Alckmin
Reprodução/Twitter
A estação Higienópolis - Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô, foi entregue hoje pelo governador Geraldo Alckmin

Após cinco anos de atraso, a estação Higienópolis - Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo, foi entregue pelo governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB) na manhã desta terça-feira (23).

Leia também: Com greve do Metrô e rodízio suspenso, paulistanos vivem transtornos no trânsito

A estação, localizada no bairro de Higienópolis – na esquina das rua da Consolação com a Piauí – na região central da capital, começa a operar hoje, em um esquema de teste, funcionando das 10h às 15h.

De acordo com governo do estado, ela deve funcionar em períogo integral a partir do dia 3 de fevereiro. Por dia, é previsto que 42 mil pessoas devam usar a estação.

No futuro, o espaço servirá de conexão para quem quiser passar da Linha 4-Amarela para a futura Linha 6-Laranja (entre Brasilândia e a estação São Joaquim), que está com as obras suspensas.

Alckmin prevê que vai entregar as estações Oscar Freire e São Paulo - Morumbi, respectivamente, em março e julho deste ano. Já a última estação da Linha 4-Amarela, Vila Sônia, deve ser entregue no ano que vem, no fim de 2019.

Leia também: "Tinha tudo, agora não tenho nada", diz vítima de cratera no Metrô de SP

Participou da entrega, nesta terça, o prefeito em exercício da capital paulista, Bruno Covas. O prefeito João Doria está na cidade de Zurique, na Suíça, onde participará do Fórum Econômico Mundial.

Atrasos da Linha 4-Amarela

Iniciadas há 14 anos, as orbas da Linha 4-Amarela têm um histórico de atrasos, causados por paralisação de obras e rescisão de contrato.

A construção do trecho projetado para conectar a Vila Sônia com a Luz, teve início em abril de 2004. A primeira previsão de entrega contava com seis estações em 2008.

Porém, as primeiras quatro estações da linha só começaram a funcionar em 2010, quando as obras pararam. Só em 2012 ela foram retomadas e, em julho de 2015, paralisadas novamente.

Leia também: Atraso no metrô de SP pode render lucro para as próprias responsáveis por demora

No meio desse processo, em 2014, foi entregue a estação Fradique Coutinho. Na sequência, a estação Higienópolis - Mackenzie seria entregue em 2017, mas acabou ficando para 2018.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.