Tamanho do texto

De acordo com suspeitas, gravação teria sido feita dentro de uma das celas na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem; Seap investiga procedência

Vídeo de 'Wesley' para a crush Jéssica parece ser gravado dentro de uma das celas da penitenciária
Reprodução/Youtube
Vídeo de 'Wesley' para a crush Jéssica parece ser gravado dentro de uma das celas da penitenciária

Um vídeo supostamente gravado por um detento da Penitenciária Nelson Hungria, na cidade mineira de Contagem, viralizou nas redes sociais nesta semana. Nas imagens, o preso identificado como Wesley manda um recado apaixonado para uma pessoa chamada Jéssica, que parece ser namorada ou 'crush' (paquera) do presidiário.

"É, Jéssica. Logo, logo quero te ver ocê. Daqui uns dias tô saindo aí... Faltando pouco, viu?", diz o galanteador para a sua ' crush '. "Depois eu vou te ligar no cê aí, viu? Só não te liguei porque tô sem tempo. Só tenho uma horinha, só. Aí vou ligar no cê aí, pode crê! Fica com Deus. Um beijão!", concluiu.

Para encerrar a gravação, Wesley ainda manda um beijo para a sua amada, com toda a confiança do mundo. O problema é que celulares não são permitidos dentro das cadeias brasileiras. 

Investigações

Em momento nenhum o preso se identifica como um detento e, sem camisa, ele não está usando qualquer uniforme que o destaque como tal.

Porém, o vídeo parece ser gravado dentro de uma das celas da penitenciária. Isso porque a porta do local é semelhante às das celas da nelson Hungria e, no canto do vídeo, é possível ver roupas penduradas, que são iguais às dos presos de lá.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) disse, nesta terça-feira (9), que vai investigar as circunstâncias em que o vídeo foi gravado. No entanto, em uma nota enviada à imprensa, a assessoria do local lembrou que a unidade possui um sistema bloqueador de sinais de celular.

Além disso, a secretaria irá investigar quem efetivamente é esse detento identificado como Wesley. Se a história se confirmar e ele realmente tinha planos de sair da cadeia para encontrar o seu 'crush' e dar carinho à amada, talvez justamente o vídeo acabe com todas as suas chances de se ver livre da prisão tão cedo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.