Tamanho do texto

A noite do réveillon terminou com violência em um condomínio de Praia Grande, litoral de São Paulo, depois de quatro homens trocarem socos e até tiros em elevador; guarda municipal foi atingido na perna com própria arma

Na noite do Ano Novo, quatro homens se envolveram em uma briga em elevador, mas motivações não foram reveladas
Reprodução
Na noite do Ano Novo, quatro homens se envolveram em uma briga em elevador, mas motivações não foram reveladas

Uma câmera de monitoramento flagrou uma briga no elevador de um condomínio em Praia Grande, no litoral de São Paulo, que terminou com socos, pontapés e a troca de tiros entre quatro homens na noite de réveillon, no último domingo (31). As imagens mostram o momento em que um turista de Jundiaí (SP) captura a arma de um guarda municipal da cidade – que estava de folga – e atira contra este.

Leia também: Menino de 5 anos morre após ser atingido por bala perdida na virada do ano em SP

A briga no elevador aconteceu no Residencial Viva Feliz, na rua Monteiro Lobato, no bairro Ocian. De acordo com o jornal “A Tribuna”, o guarda municipal foi atingido por uma bala na perna. O turista, de 21 anos, que realizou os disparos, foi interrogado na Delegacia de Praia Grande, mas foi liberado em seguida.

Ferido, o guarda municipal de 34 anos foi encaminhado para o Hospital Municipal Irmã Dulce. Ele foi submetido a uma cirurgia para a retirada do projétil, alojado em seu corpo. A arma utilizada durante o incidente é uma pistola de caribe 380.

Investigações

De acordo com o delegado Flávio Magário afirmou ao jornal, foram realizadas perícias e o caso está sob investigação. Os outros dois homens envolvidos na briga não foram identificados. Também não foram divulgadas as motivações da discussão e consequente troca de violência entre os quatro.

Leia também: Deslizamento derruba casas e mata uma criança em Mauá

Nas imagens, que não têm áudio, é possível observar que o agressor está dentro do elevador junto de uma mulher e outros dois homens. Em certo momento, esses dois homens não identificados saem e se encontram com algumas pessoas no hall do prédio. Depois disso, começa uma movimentação estranha, com o abre e fecha das portas do elevador – que não se move porque o grupo do lado de fora impede com mãos e pés.

Leia também: Cármen Lúcia dá 48 horas para inspeção em cadeia de Goiás após rebelião e mortes

Com isso, uma confusão é iniciada, e dois homens partem para cima do turista de Jundiaí, que, por sua vez, troca socos contra o trio. É nesse momento da briga no elevador em que a pistola aparece nas imagens, nas mãos do turista. Apesar disso, a polícia considera que o vídeo não conclui e prova a autoria do disparo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.