undefined
Valter Campanato/Agência Brasil
Mais de 25% da área do Parque dos Veadeiros já foi consumida pelo fogo.

Após mais de duas semanas de combate às chamas, o incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e arreadores foi declarado extinto nesta terça-feira (31) e a reserva será reaberta para visitação nesta quarta-feira (1º). Durante o fim de semana, chuvas atingiram a região e o incêndio foi controlado. Mas a área continuou sendo monitorada e somente agora o fogo foi considerado extinto.

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), até o último levantamento, mais de 66 mil hectares, o equivalente a mais de 25% da reserva, foram consumidos pelo incêndio . As estruturas físicas do parque ficaram intactas, graças ao trabalho dos brigadistas e bombeiros.

A visitação começa a partir das 8h da manhã na quarta-feira. O limite máximo é de 500 visitantes por dia e a entrada é gratuita.A reabertura do parque é esperada pela população até mesmo por questões econômicas, já que a região é movimentada pelo ecoturismo.

Uma pesquisa divulgada pelo ICMBio mostra que o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros gerou, em 2015, com a presença de 56,6 mil visitantes, uma renda de R$ 3,3 milhões para os municípios próximos, além de 135 empregos. No total, os visitantes brasileiros e estrangeiros gastaram no local R$ 4 milhões.

Mais da metade da equipe que trabalhou no combate ao incêndio era formada por voluntários. Foram mais de 200 moradores, visitantes e profissionais de outros estados contra os 178 brigadistas oficiais.

Além disso, doações recebidas do Brasil inteiro sustentaram o combustível e a alimentação dos brigadistas, e possibilitaram a compra de materiais. A rede de voluntários Rede Contra Fogo arrecadou R$ 347,8 mil, recebidos pela internet, através de mais de 4 mil doadores em todo o país.

Trabalho após fim do fogo

Após a extinção das chamas, começa uma nova fase em que veterinários e voluntários trabalham para verificar a presença de animais mortos ou feridos. Diante das suspeitas de que o incêndio possa ser criminoso, peritos da Polícia Federal atuam na investigação das causas do fogo.

Além do dano ambiental, o incêndio afetou a saúde da população local. Moradores de São Jorge, uma vila na área rural de Alto Paraíso de Goiás , município onde fica parte do parque, têm  reclamado de tosses, náuseas, sangramentos pelo nariz e dores de cabeça.

*com informações da Agência Brasil

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários