Tamanho do texto

Após ser acusado de ter sido machista e invasivo, o secretário de Cultura de Santos se defendeu nas redes sociais se apoiando na 'liberdade de expressão'

Secretário Professor Fabião curtiu o Rock in Rio nesse fim de semana e acabou protagonizando uma polêmica
Reprodução/ Instagram
Secretário Professor Fabião curtiu o Rock in Rio nesse fim de semana e acabou protagonizando uma polêmica

O secretário de Cultura de Santos, Fábio Nunes – conhecido como Professor Fabião –, se envolveu em uma situação polêmica, neste fim de semana. Isso porque ele publicou uma foto indiscreta de uma mulher nas redes sociais, causando revolta entre seus seguidores.

Leia também: Deputado que tatuou Temer no ombro é flagrado pedindo 'nudes' durante votação

"A gente espera isso de moleques de 12 anos, não de homens!”, disse uma internauta. O comentário é sobre a foto do bumbum de uma mulher, que curtia o Rock in Rio, e que nem percebeu que foi fotografada pelo Professor Fabião .

O secretário de Santos, que estava no festival, publicou a foto no seu Instagram com a legenda: " Rock in Rio por outro ângulo... Intervalo dos shows, deitar na grama sintética! Relax". A imagem acabou viralizando e foi amplamente criticada nas redes sociais.

Na foto publicado pelo político, aparece o bumbum de uma mulher que estava assistindo ao Rock in Rio
Reprodução/Instagram
Na foto publicado pelo político, aparece o bumbum de uma mulher que estava assistindo ao Rock in Rio

Embora grande parte dos internautas tenha acusado o secretário de ter tido uma atitude machista e invasiva, o secretário seguiu na defensiva, publicando uma nova foto em seu Instagram, em que prega pela "liberdade de expressão".

"As pessoas que me conhecem sabem que sou um libertário, vou dar minha vida pela liberdade de expressão! Desculpa as pessoas que não concordaram com a minha postura em relação a minha interpretação da imagem quanto às liberdades individuais e coletivas!", escreveu.

Leia também: Grupo faz protesto em frente à loja Marisa após campanha com ex-mulher de Lula

"Calibrando para continuar livre e garantidor de direitos em 2017, sem interpretar como censura os comentários das pessoas que também lutam por direitos na mesma trincheira ou às vezes em trincheiras opostas!", continuou.

A publicação não calou os comentários, que continuaram críticos. “Não acredito que estou vendo isso de uma pessoa pública, que deveria ter responsabilidade com seus alunos... que decepção", disse um dos internautas. "Uma pena que essa mulher violada nunca vai saber que foi exposta aqui dessa forma para te meter um processo bem metido", continou a criticar outro.

Pedido de desculpas

Percebendo que a polêmica já tinha tomado grandes proporções, o secretário procurou outra maneira de encerrar o assunto. 

Após a foto ser apagada na postagem original do Instagram, o secretário de Cultura publicou um pedido de desculpas "humilde" em seu Instagram e no seu Facebook.

No texto, ele reafirmou a sua luta pela defesa do direito de expressão e ressaltou que "em hipótese alguma, visou ridicularizar a figura da mulher".

"Quero humildemente pedir desculpas a todos que se indignaram com o post que fiz no Instagram. Reconheço que, apesar de defender intransigentemente o direito de expressão, foi uma brincadeira que em hipótese alguma visou ridicularizar a figura da mulher.
Peço desculpas particularmente a todas as mulheres, ao governo e ao povo de Santos", escreveu o Professor Fabião.

Leia também: Alemã é encontrada amarrada em poste e amordaçada após sofrer estupro em Roma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.