undefined
Reprodução/Twitter
Operação Gotham City ganhou esse nome por conta dos alvos da Polícia Federal: o Batman e o Robin

Já faz tempo desde que a criatividade dos nomes das operações policiais brasileiras passou a chamar a atenção. Não diferente, a operação Gotham City, deflagrada nesta quarta-feira (9), fez a internet ir à loucura nesta manhã.

Leia também: PF deflagra Operação Proteína contra venda de anabolizantes em seis estados

A Operação Gotham City ganhou esse nome por conta dos alvos da Polícia Federal nesta quarta: os empresários Nuno Canhão Bernardes Gonçalves Coelho, conhecido como Batman, e Guilherme Neves Vialle, o Robin.

Por conta do nome peculiar, a operação entrou nos Trending Topics (TTs) do Twitter. Na rede social, piadas e memes se misturam com notícias a respeito da ação policial.

"Polícia federal nas ruas com a Gotham City . Pior que estão atrás do Batman e Robin e não do Pinguim e do Charada", escreveu um internauta. "Gotham City. Melhor nome, sim ou claro? Só falta o delegado chamar Bruce Wayne ou James Gordon hahahaha", brincou outro.

Leia também: Mirando em operador do PMDB, PF deflagra Operação Blackout no Rio

"Mas é cada nome que inventam nessas operações da PF", escreveu um perfil no Twitter, enquanto compartilhava um gif – imagem em movimento – descrente. "Queria ser criativo pra nomes igual o cara que nomeia as operações da PF", publicou outro. Houve ainda quem compartilhasse suas mensagens com imagens do Batman dentro de um carro policial.

Entenda as investigações

undefined
Divulgação/Polícia Federal
Operação Gotham City: Justiça determinou prisão de dois empresários em investigação da Lava Jato

Apesar do nome divertido, a operação é séria. Trata-se de um desdobramento da Operação Ponto Final, uma das fases da Lava Jato.

Nessa ação, o juiz da 7ª Vara Criminal Federal, Marcelo Bretas, expediu, no Rio de Janeiro, mais dois mandados de prisão contra dois empresários ligados ao esquema de corrupção envolvendo a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

De acordo com as investigações, os empresários tentavam lavar dinheiro para Rogério Onofre, ex-diretor do Detro, e de sua esposa, Dayse Deborah Alexandra Neves, presos no início de julho.

Leia também: PF deflagra Operação Proteína contra venda de anabolizantes em seis estados

Nuno, o Batman , foi preso em Curitiba. Já Guilherme, o Robin , está no exterior. Segundo a PF, a Difusão Vermelha da Interpol já foi pedida. Os empresários alvos da Operação Gotham City são donos de diversas empresas no setor da construção civil.

    Veja Também

      Mostrar mais