Tamanho do texto

O incidente ocorreu na última sexta-feira (21) e segundo a mãe da criança, cachorro estava sem focinheira e dono fugiu sem prestar socorro; entenda

Cachorro da raça pitbull feriu, sem gravidade, uma criança de 11 anos em parque de São Paulo; Mãe alega que dono fugiu sem prestar socorro
shutterstock
Cachorro da raça pitbull feriu, sem gravidade, uma criança de 11 anos em parque de São Paulo; Mãe alega que dono fugiu sem prestar socorro


Um cão da raça pitbull mordeu uma criança de 11 anos no Parque Buenos Aires, localizado em Higienópolis, na zonal oeste de São Paulo.  O fato ocorreu na última sexta-feira (22) e o cachorro, que estava com seu dono, não usava focinheira.  Desde 2003 é proibido passear com essa raça sem a proteção na boca do animal.

Leia mais: Campo de Marte poderá receber terceiro maior parque de São Paulo

A mãe da criança, a produtora Nina Braga Nunes, relatou estar com o seu filho e mais algumas crianças no parque. Eles estavam próximos aos equipamentos de ginástica do parque quando o pitbull pulou no peito da criança.

O menino de 11 anos conseguiu se defender e impedir um ataque pior, mas acabou sendo mordido no peito. O dono do animal, segundo a mãe da criança, não prestou socorro e saiu do local logo após o incidente.

Nina relatou ter pedido socorro aos seguranças do Parque Buenos Aires e que os mesmos a orientaram chamar pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Porém, ela negou o atendimento devido à demora do serviço em chegar até o local e levar o menino a um hospital.

Socorro

Ela encaminhou seu filho ao Hospital Infantil Sabará, próximo ao local do incidente e o mesmo recebeu o atendimento necessário. Por sorte, a mordida foi apenas superficial, não ocasionando lesões mais sérias. A criança foi liberada no mesmo dia e voltou para casa.

Leia também: Radar flagra cachorro 'dirigindo' acima do limite de velocidade em Blumenau (SC)

Nina relatou estar preocupada e que o seu filho terá de fazer um tratamento para evitar contrair doenças, como a raiva. A mãe da criança informou que fará um Boletim de Ocorrência (BO) e tenta agora encontrar câmeras de seguranças que possam ajudar na identificação do dono do animal que fugiu do local sem prestar assistência aos dois.

Dentro do Parque Buenos Aires não existe câmeras de segurança, logo, Nina afirmou que pedirá as imagens aos prédios vizinho do parque. Ela afirmou que o cachorro da raça pitbull nas cores branca e marrom.

No parque existe um local específico para o passeio com animais de estimação e no local, placas informam a necessidade de animais das raças pitbull, rottweiller e mastim napolitano estarem com focinheiras e enforcadores. Por mais dóceis que esses animais possam ser, é necessário cautela, ainda mais em espaços públicos repletos de crianças e pessoas de idade avançada.

Leia também: Gerente de banco se senta no chão para atender cliente com deficiência física

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.