undefined
shutterstock/Reprodução
Mais Médicos abre novo edital com iscrições até 26 de abril, próxima quarta-feira, e ofertará mais de 2.000 vagas

O programa Mais Médicos está com vagas abertas. Conforme o Ministério da Saúde anunciou, os médicos que se interessarem pela iniciativa terão uma nova chance de participar. O edital, que oferta 2.394 vagas, está priorizando os profissionais com registro no Brasil e vai aceitar as inscrições até a próxima quarta-feira (26).

Leia também: Por falta de cooperação, Cuba suspende o envio de médicos ao Brasil

A medida é para repor e substituir os trabalhadores do Mais Médicos da cooperação com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) por profissionais brasileiros. Além disso, os postos de profissionais que desistiram ou encerraram o contrato também serão cobertos.

“Estamos tornando o Mais Médicos cada vez mais autossuficiente. A adesão dos brasileiros tem sido bastante ampla, então as expectativas são boas para esse edital”, declarou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Essa substituição dos profissionais que atuam no programa está sendo feita gradativamente com o apoio da OPAS. No último edital, foram cerca de mil vagas de médicos cubanos ofertadas a brasileiros e, no atual edital, outras 1.008 foram abertas. A expectativa é chegar a quatro mil substituições em três anos.

Inscrições

Para se inscrever, é importante que o profissional seja brasileiro, com registro nacional – o que dá prioridade para esse profissional em todos os editais. As inscrições estão sendo feitas desde o dia 20 e vão até 26 de abril, pelo sistema programa. Feito isso, o candidato poderá escolher quatro municípios de preferência.

Leia também: Brasileiros ocuparão 900 das vagas que eram de cubanos no Mais Médicos

Um dos requisitos mais interessantes para a seleção é experiência em Saúde da Família ou especialização na área. O resultado deve ser divulgado no dia 10 de maio e a escolha de município está prevista para os dias 11 e 12. Caso todas as vagas não sejam ocupadas por profissionais formados no país, as oportunidades remanescentes serão ofertadas a brasileiros com diplomas estrangeiros.

 Estrangeiros

No último edital, alguns postos foram separados para profissionais que se formaram no exterior. Os que selecionados já começaram a se apresentar nos municípios para início das atividades esta semana. Foram 372 profissionais selecionados para as vagas não ocupadas por brasileiros. Eles passaram por um módulo de acolhimento para avaliação e treinamento durante quatro semanas.

 O último edital ofertou 1.674 vagas, sendo que 78% (1.302) delas foram ocupadas por médicos brasileiros formados com registro no país. Anteriormente, entre essas vagas, mil eram ocupadas por profissionais da cooperação com a OPAS.

Leia também: Mais Médicos pode perder ao menos dois mil profissionais estrangeiros

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários