undefined
Reprodução/Twitter
Polícia Civil investiga os casos e busca identificar criminosos, que fugiram após disparar contra as vítimas

Duas chacinas deixaram ao menos dez pessoas mortas na capital paulista na noite desta terça-feira (4). Os crimes ocorreram na zona Sul e na zona Norte e estão sendo investigados pela Polícia Civil de São Paulo. Ninguém foi preso.

Leia também: Chacina foi o objetivo da rebelião em Manaus, não sua consequência, diz juiz

De acordo com a Polícia Civil , três pessoas foram assassinadas no Campo Limpo, por volta da meia-noite. Uma quarta pessoa ficou ferida por disparos e está no Hospital do Campo Limpo.

As três vítimas fatais, que tinham 19 e 20 anos, chegaram a ser levadas ao mesmo hospital, mas não resistiram aos ferimentos. Segundo as investigações, nenhuma das pessoas baleadas tinha passagem pela polícia.

O crime, que ocorreu na Rua Professora Nina Stocco, na região do Jardim Catanduva, foi cometido por duas pessoas que estavam em uma motocicleta.

Em dois ataques, a dupla atirou contra outras duas motocicletas, que também levavam duas pessoas cada. No primeiro ataque, as duas vítimas morreram, no segundo, uma pessoa sobreviveu.

Leia também: Autor de chacina em Campinas na noite do Réveillon deixou carta; veja trechos

Os criminosos conseguiram fugir antes da chegada dos policiais na região. 

Crime no Jaçanã

Menos de uma hora depois, no outro extremo da cidade, na zona Norte, sete pessoas morreram em mais uma chacina. Segundo relatos dados à polícia, dois homens também em uma motocicleta atiraram em direção a um grupo de pessoas que estava em um bar, na Rua Antônio Sérgio de Matos, no Jaçanã.

Apesar da base da Polícia Militar que existe na região, esses criminosos também fugiram antes da chegada dos policiais.

Seis vítimas morreram no local e um ferido, que foi socorrido, não resistiu e morreu no hospital. Das vítimas, que tinham idade entre 35 e 46 anos, apenas um tinha passagem pela polícia por tráfico e porte de drogas. Outras duas pessoas estão feridas e foram levadas a hospitais da região.

Leia também: "Houve falha da empresa", diz Moraes sobre chacina em presídio de Manaus

A Polícia Civil investiga se as chacinas possuem alguma relação e procura os criminosos. Ambos os crimes serão investigados pelo Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

* Com informações da Agência Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários