Queda de árvore atinge carro na Alameda Barão de Limeira, região central de São Paulo
Paulo Pinto/Fotos Públicas - 7.3.16
Queda de árvore atinge carro na Alameda Barão de Limeira, região central de São Paulo

Duas pessoas morreram e três ficaram feridas em São Paulo por conta da tempestade, acompanhada de rajadas de vento e raios , que atingiu a cidade na noite desta terça-feira (7). Três córregos transbordaram e 13 pontos de alagamentos ficaram intransitáveis para veículos.

Uma árvore caiu sobre um barraco na Avenida Atlântica, na zona sul da caputal paulista, e matou um morador de rua, às 20h. No bairro de São Mateus, na zona leste, um raio atingiu uma árvore, onde estavam quatro homens – um deles morreu na hora – e os outros foram levados para o pronto socorro de São Mateus. Desde dezembro do ano passado, a Defesa Civil da cidade de São Paulo contabilizou 19 mortes por causa de chuvas em todo o estado.

Três córregos transbordaram: Zavuvus, na zona sul, Franquinho, na zona leste, e Mandaqui, na zona norte. A Defesa Civil anotou inundações de vias públicas, que deixaram veículos e pessoas ilhadas. O deslizamento de terra na rua Maria Teresa, distrito de Cidade Ademar, atingiu 20 residências.

Na região metropolitana de SP, a cidade de Caieiras teve transbordamento do Córrego Juqueri, que inundou residências e comércios na área central. A Rodovia Tancredo de Almeida Neves ficou interditada na altura do quilômetro 35, devido ao deslizamento de terra e detritos. O afundamento do solo provocou a interdição da Avenida Aparecida. Parte de uma encosta também deslizou na Avenida Pauliceia, no bairro Laranjeiras.

Na cidade de Francisco Morato, houve transbordamento do Córrego Central, que inundou cerca de 100 casas e comércios. Ao menos 27 pessoas ficaram desalojadas e foram acolhidas em casas de parentes. Três casas foram parcialmente destruídas.

LEIA TAMBÉM: "Não é dia de flor, é dia de luta": mulheres prometem greve ao redor do mundo

Você viu?

Mais chuvas

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências paulistano, a previsão para esta quarta-feira (8) é de que novos temporais voltem a atingir a Grande SP.

Há um cenário de combinação do calor com a umidade do mar, o que deve formar nuvens carregadas que provocam temporais de forte intensidade, acompanhados de raios, rajadas de vento e eventuais quedas de granizo. 

Este cenário eleva o risco para novos transbordamentos de córregos, quedas de árvores e formação de alagamentos intransitáveis, segundo o CGE. Especial atenção às áreas de risco em função do solo extremamente encharcado pela precipitação verificada nos últimos dias, tanto na Capital como nas cidades vizinhas.

Março começou chuvoso em São Paulo, acumulando um volume médio de 96,7 mm em apenas oito dias. Este valor representa cerca de 54,6% em relação ao esperado para todo o mês, que é de 177,2 mm.

LEIA TAMBÉM: Mega-Sena pode pagar R$ 58 milhões nesta quarta-feira

*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários