Tamanho do texto

Quando foi abordado pelos policiais, o suspeito estava com uma carteira com três documentos de pessoas diferentes, sem qualquer relação de parentesco

Policiais Militares da ROCAM (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas), do 2º Batalhão de Polícia de Choque, conseguiram prender, nesta terça-feira (14), um indivíduo que havia praticado um roubo a um estabelecimento comercial em Carapicuíba, onde os clientes tiveram vários cartões e documentos roubados.

Leia mais: Comandos e Operações Especiais - Conheça a tropa de elite da Polícia Militar/SP

Policiais Militares da ROCAM conseguiram prender um indivíduo após a prática de roubo
Reprodução/Polícia Militar
Policiais Militares da ROCAM conseguiram prender um indivíduo após a prática de roubo

Na manhã desta terça, policiais militares da ROCAM faziam um patrulhamento tático quando visualizaram uma pessoa que caminhava na via pública que, ao perceber a presença dos oficiais, tentou empreender uma fuga, que foi fracassada.

Assim, quando abordado, o suspeito carregava uma carteira com três documentos de identidade de pessoas diferentes, sem qualquer relação de parentesco entre elas e o homem.

Leia também: ROTA: Algumas instituições ainda funcionam no Brasil

Os policiais, então, questionaram onde residia e ele autorizou a vistoria na residência. No local, dentro de um armário, os agentes encontraram uma sacola plástica com inúmeros documentos de pessoas diferentes, desde identidades, cartões de banco, títulos de eleitores até um aparelho iPhone desligado. O acusado não soube explicar de quem eram os documentos.

Durante as buscas, os policiais ainda acharam dentro do forno do fogão uma arma de fogo, calibre 32 com cinco munições intactas. O abordado não possuía documentação nem autorização legal para porte do revólver. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito, e o suspeito foi conduzido ao 93º Distrito Policial.

História da ROCAM

A Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAM) foi criada em 5 de novembro de 1982, no 1º Batalhão de Polícia de Choque (ROTA) da Polícia Militar do Estado de São Paulo, com a finalidade principal de atuar nos centros comerciais e bancários.  No dia 7 de abril de 1986, o grupo foi transferido para o 2º Batalhão de Polícia de Choque.

Nas grandes cidades, a complexidade do trânsito impacta na rapidez do atendimento. Nelas, também, a baixa velocidade de deslocamento, provocada pelo excesso de veículos, favorece a ocorrência de delitos que utilizam a motocicleta como meio de transporte.

Leia também: 48 anos, avó e policial: um dia na rotina da mulher do Batalhão de Choque

Para prevenir estes eventos, a Polícia Militar criou o programa de policiamento com motocicletas (ROCAM) que, com base na inteligência policial, é empregada principalmente nos grandes corredores de trânsito dos municípios mais populosos, bem como nas áreas de interesse de segurança pública dos municípios do estado.

O suspeito foi conduzido ao 93 Distrito Policial para providências cabíveis
Reprodução/Polícia Militar
O suspeito foi conduzido ao 93 Distrito Policial para providências cabíveis


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.