undefined
Divulgação/Facebook/Polícia Militar do Espírito Santo
Comando da PM no Espírito Santo convocou policiais em férias e de folga para se apresentarem


A Polícia Militar do Espírito Santo informou que fará a publicação nesta terça-feira (14), no Diário Oficial do estado, da instauração dos primeiros inquéritos policiais militares (IPMs) e de procedimentos demissionários dos envolvidos no aquartelamento dos agentes. A paralisação dos policiais começou há dez dias.

LEIA TAMBÉM:  Protestos chegam ao 10º dia no ES, mas serviços e ônibus voltam a funcionar hoje

“Serão publicados procedimento administrativo disciplinar rito ordinário [para quem tem menos de dez anos de PM] ou Conselho de Disciplina [para quem tem mais de dez anos de PM] de 161 policiais militares. Os procedimentos demissionários têm prazo inicial de 30 dias para serem concluídos”, de acordo com a nota da PM do Espírito Santo .

Segundo o governo, também serão publicados os IPMs de dois tenentes-coronéis, um major, e um capitão da reserva remunerada. Essas publicações são os primeiros inquéritos instaurados de 703 policiais investigados.

Na última sexta-feira (10), a Polícia Militar anunciou o indiciamento de 703 agentes pelo crime de revolta. Se condenados, a pena é de 8 a 20 anos de detenção em presídio militar e a expulsão da corporação. O secretário de Segurança Pública, André Garcia, informou que eles foram indiciados pelo crime militar de revolta por estarem armados e aquartelados nos batalhões.

LEIA TAMBÉM: Cerca de 875 policiais militares já voltaram às ruas no Espírito Santo

Rotina volta ao normal aos poucos

Os protestos das mulheres dos policiais militares nos quartéis do Espírito Santo – que têm interrompido o patrulhamento, bloqueando a passagem de viaturas e agentes – chegou ao seu 10º dia nesta segunda-feira (13). A rotina dos capixabas, porém, está voltando ao normal.

LEIA TAMBÉM:  Reunião entre mulheres de PMs e comando da corporação no Rio termina sem acordo

O governo do Espírito Santo havia informado que o expediente nas repartições públicas estaduais seria normal nesta segunda. As aulas nas escolas da rede estadual também foram reiniciadas e os atendimentos de urgência e emergência nos hospitais estaduais seguem mantidos.

Fechados durante o período de falta de segurança pública no estado, os parques municipais também seriam reabertos na terça. Às segundas, eles passam por manutenção e não funcionam.

*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários