Tamanho do texto

Falha no trem de pouso teria feito as rodas da aeronave não serem recolhidas direito; com o tanque cheio, avião teve que "passear" pela capital federal

Depois de dar voltas sobre o aeroporto algumas vezes, o avião pousou novamente em Brasília por volta das 1h30
Reprodução/Fight Radar 24hours
Depois de dar voltas sobre o aeroporto algumas vezes, o avião pousou novamente em Brasília por volta das 1h30

Um avião da companhia aérea Gol que viajava, na noite deste domingo (22), de Brasília para Boa Vista, em Roraima, teve problemas no trem de pouso, voltou para a capital federal e precisou sobrevoar a cidade por mais de duas horas para gastar combustível, antes de pousar.

LEIA MAIS: Destroços do avião que caiu com Teori são levados para perícia em Angra dos Reis

Cerca de dez minutos após a decolagem do Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, às 23h05, o piloto do avião da Gol avisou o centro de controle que precisaria retornar devido a um problema com o trem de pouso.

A falha teria feito as rodas não serem recolhidas. Para pousar com segurança, como a aeronave estava com o tanque cheio de combustível, o piloto precisou segurar o avião no ar por cerca de duas horas e meia, a fim de esvaziar o tanque e deixar o avião mais leve.

LEIA MAIS: Passageiro de voo da KLM morre após pouso de emergência no Paraná

Segundo a assessoria de imprensa da GOL, o trem de pouso não foi recolhido na velocidade e na altitude determinadas.

Depois de dar voltas sobre o aeroporto algumas vezes, o avião pousou novamente em Brasília por volta das 1h30 desta segunda-feira (23).

Também por medida de segurança, os 130 passageiros que faziam viagem no voo 2020 da aeronave da Gol saíram do avião apenas 30 minutos após o pouso.

A companhia aérea afirmou que os passageiros que tiveram o voo da noite deste domingo atrasado terão uma nova viagem para Roraima nesta segunda-feira, em um avião que deve partir do aeroporto de Brasília às 12h. O tempo de voo de Brasília Boa Vista é de três horas.

Corpo é encontrado em trem de pouso

Há pouco mais de um ano, o corpo de um homem foi encontrado dentro do compartimento do trem de pouso de um avião da companhia aérea Air France vindo do Brasil, no aeroporto de Paris-Orly.

"Infelizmente, são casos cada vez mais frequentemente em nossos aeroportos", afirmou o comandante da Gendarmerie des Transports Aériens (GTA) de Paris-Orly.

O Boeing 777 passava por manutenção no segundo maior aeroporto da capital francesa quando o cadáver foi descoberto . Na época, a imprensa francesa afirmou que autoridades acreditavam se tratar de um caso de tentativa de imigração ilegal para o país.

O avião havia decolado de São Paulo com destino à capital francesa dois dias antes.