Tamanho do texto

Além do empresário Carlos Alberto Figueiras, havia mais três pessoas a bordo do bimotor, entre elas o ministro do STF, Teori Zavascki, de quem era "amigo próximo"; Grupo Emiliano divulgou nota em que lamenta as mortes

O empresário Carlos Alberto Filgueiras, de 69 anos, proprietário do Grupo Emiliano, foi uma das vítimas do acidente com o bimotor que caiu em Paraty, na tarde desta quinta-feira (19). O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki e o piloto Osmar Rodrigues, 56, também morreram no acidente. Um outro passageiro também estavam a bordo, mas seus nomes ainda não foram confirmados. 

LEIA MAIS: Acidente ou sabotagem? Filho de Teori Zavascki confirma morte de ministro

O Grupo Emiliano é conhecido por seu conceito de hotel-boutique
Reprodução/Facebook
O Grupo Emiliano é conhecido por seu conceito de hotel-boutique



Em nota, a assessoria de imprensa do Grupo Emiliano confirma o falecimento de seu fundador e lamenta a tragédia ocorrida. “O Grupo Emiliano, lamentavelmente, confirma a morte Carlos Alberto Fernandes Filgueiras , 69 anos, e do piloto Osmar Rodrigues, 56, no acidente aéreo ocorrido hoje em Paraty. Carlos Alberto e o ministro Teori Zavaski eram amigos próximos. A empresa registra seus sentimentos e condolências para a família e amigos do ministro e do piloto. A empresa informa ainda que está à disposição das autoridades colaborando com as investigações em curso.”

LEIA MAIS: Luto: veja a trajetória do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki

O grupo

O grupo Emiliano é reconhecido por seu conceito de hotel-butique. Sua primeira unidade foi construída na requintada Rua Oscar Freire, em São Paulo, na década de 80.  A segunda unidade, no Rio de Janeiro, foi inaugurada recentemente, para atender a demanda de turistas durante a Olimpíada de 2016, no badalado Posto 6, em Copacabana. Em 2010 o Grupo Emiliano começou o projeto de construção de um resort de luxo em Paraty-Mirim, menos de 20 quilômetros do Centro Histórico de Paraty.

Acidente

Um avião bimotor caiu na tarde desta quinta-feira (19) em Paraty, na região da Costa Verde fluminense. Entre os quatro passageiros, estava o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, que morreu no acidente aéreo. De acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty. O filho do ministro do STF, Francisco Zavascki, publicou uma mensagem no Facebook em que confirma a morte de Teori na queda da aeronave em mar no estado do Rio de Janeiro.
LEIA MAIS: Temer lamenta morte de Teori Zavascki e declara luto oficial de três dias