Tamanho do texto

Pelo menos quatro pontos da cidade estavam intransitáveis na Mooca, em Santo Amaro e na Vila Mariana; não houve registro de queda de granizo

Estado de atenção é decretado quando se considera que a chuva tem potencial para a formação de alagamentos
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Estado de atenção é decretado quando se considera que a chuva tem potencial para a formação de alagamentos

A cidade de São Paulo está em estado de atenção para alagamentos desde o início da tarde desta quarta-feira (18), de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura. O estado de atenção é decretado quando se considera que a chuva tem potencial para a formação de alagamentos (precipitação intermitente ou contínua e/ou moderada a forte).

Polícia de SP vê aumento de movimentação neonazista e identifica grupos

As áreas de instabilidade voltaram a atingir a cidade. Por volta das 14h, havia chuva  forte na região de Santana, Tucuruvi, Vila Maria, Vila Medeiros, Penha, Carrão e Mooca, e chovia fraco no restante da cidade.

Pelo menos quatro pontos da cidade estavam intransitáveis, às 15h20: rua Serra de Botucatu, na Mooca; rua Brasílio Luz, em Santo Amaro; avenida 23 de Maio, na altura do viaduto General Euclides de Figueiredo, e avenida Pedro Álvares Cabral, na altura da 23 de Maio, ambos na Vila Mariana.

Segundo o CGE, não houve registro de queda de granizo e o solo, que permanece encharcado pelas chuvas dos últimos dias, mantém elevado potencial para formação de alagamentos, queda de árvores e deslizamentos de terra. Também é possível o registro de transbordamento de rios e córregos.

Sindicato firma acordo com Doria e abre vagas de trabalho para moradores de rua

No Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, foram registradas rajadas de vento de 43 km/h, às 13h45.

Próximos dias

Segundo informações do CGE, a propagação de uma frente fria pelo oceano vai ajudar a manter o tempo instável na Grande São Paulo durante todo o dia nesta quinta-feira (19). As pancadas mais intensas devem ocorrer a partir da tarde e podem se estender para a noite. Os termômetros variam entre mínimas de 19°C e máximas que oscilam em torno dos 27°C. Seguem elevados os potenciais para escorregamentos, alagamentos e transbordamentos de rios.

Tempestade causa estragos e mata uma mulher na Grande São Paulo

A sexta-feira (20) deve apresentar sol entre nuvens e temperaturas em elevação no decorrer do dia. As mínimas oscilam em torno dos 18°C, enquanto as máximas podem chegar a 27°C. No final da tarde, a chuva pode retornar na forma de pancadas para a Grande São Paulo.