Tamanho do texto

Corpo da vítima fatal foi encontrado pelos bombeiros durante a madrugada desta segunda; chuva deixou alagados vários municípios de todo o estado

Na cidade de São Paulo, bombeiros atenderam 34 chamadas de ocorrências relacionadas à chuva, como vítimas ilhadas
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Na cidade de São Paulo, bombeiros atenderam 34 chamadas de ocorrências relacionadas à chuva, como vítimas ilhadas

A forte tempestade que atingiu a Grande São Paulo na noite deste domingo (15) causou a morte de uma mulher em Guarulhos. A vítima morreu afogada após ter o seu carro arrastado pela enchente e cair no Córrego Taboão.

+ Fortes chuvas fazem toda São Paulo entrar em estado de atenção para alagamentos

Após buscas que duraram a noite toda, o Corpo de Bombeiros encontrou o corpo da vítima  por volta das 4h30 desta segunda-feira (16). 

Em Guarulhos, o Córrego Taboão transbordou e atingiu vários bairros, principalmente o Jardim Santa Emília. A capital paulista registrou o transbordamento do Córrego Paciência, zona norte, às 23h, do Córrego Tremembé, zona norte, à meia-noite; e do Córrego Franquinho, zona leste, à meia-noite e meia.

No município de São Paulo, os bombeiros atenderam 34 chamadas de ocorrências relacionadas à chuva, como pessoas ilhadas. O Centro de Gerenciamento de Emergências registrou seis pontos de alagamento intransitáveis.

A cidade de Francisco Morato teve, às 22h30, chuva de forte intensidade e curta duração, que alagou o centro e os bairros Cento e Vinte, Jardim Silvia e Jardim Alegria, segundo a Defesa Civil. Houve deslizamento de terra na Rua Moacir Flex, onde os Bombeiros resgataram quatro moradores, que ficaram presos dentro de casa. O imóvel foi interditado e a família está em casa de parentes.

+ Chuva deixa quase toda São Paulo em estado de atenção para alagamentos

Em Itapevi, a enxurrada provocou erosão do solo às 19h30, na Chácara Vitápolis, que atingiu um veículo e uma casa abaixo do nível da rua. Os quatro moradores foram alojados na casa de parentes.

Mais chuva no interior no estado

Na região de Campinas, a cidade de Cabreúva, registrou forte chuva às 21h, que alagou ruas e pelo menos dez residências. De acordo com a Defesa Civil, 45 pessoas tiveram de deixar suas casas.

+ Rompimento de tubulação da Cedae causa estragos na zona oeste do Rio de Janeiro

Na cidade de Jaú, outras dez casas ficaram alagadas e pessoas ficaram ilhadas. A Defesa Civil interditou três casas no bairro Chácara Flora, pois as chuvas causaram avarias na estrutura dos imóveis. As famílias foram para casas de parentes. Nenhuma outra vítima fatal foi registrada devido às tempestades.

* Com informações da Agência Brasil.