Tamanho do texto

Família da vítima foi comunicada e está sendo atendida pela equipe de assistência social da unidade; morte acontece em meio a crise carcerária

Sistema tem capacidade para 873 internos e hoje conta com 793. O efetivo da unidade não é informado, por segurança.
Reprodução/Twitter
Sistema tem capacidade para 873 internos e hoje conta com 793. O efetivo da unidade não é informado, por segurança.

Um interno de 17 anos foi encontrado morto neste domingo (8) na Unidade de Internação de Santa Maria, em Brasília. Ele dividia o quarto com outros dois jovens, que foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente. O caso ainda está sendo investigado.

+ Ministro envia apoio federal para enfrentar tensão em presídio de Roraima

Segundo a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude (Secriança), o adolescente foi encontrado enforcado. Os primeiros socorros foram feitos pela equipe da unidade que encaminhou a vítima ao hospital, mas ele não resistiu.

A Secriança informou, ainda, que a família da vítima já foi comunicada e está sendo atendida pela equipe de assistência social da unidade.

O caso está sendo analisado pela Secriança para tomada de providências. O Ministério Público e Vara da Infância também acompanham a ocorrência.

+ Ministro da Justiça convoca reunião com secretários de segurança de todo País

O sistema tem capacidade para 873 internos e hoje conta com 793. O efetivo da unidade não é informado, por segurança.

Crise no sistema carcerário

Nesta segunda-feira (9), tanto Roraima quanto o Amazonas – estados envolvidos em uma crise no sistema carcerário desde que ocorreram mortes dentro de presídios em Boa Vista e em Manaus – pediram a presença da Força Nacional. A ideia é que o apoio federal ajude a conter a tensão em ambos os presídios.

A governadora de Roraima, Suely Campos, informou, por meio de sua página no Facebook, que conversou com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, nesse domingo (8) e ele afirmou que em poucos dias deve enviar o apoio necessário para garantir a ordem pública na Penitenciária de Monte Cristo.

Em nota, a assessoria do ministério diz que “o ministro já determinou que a Secretaria Nacional de Segurança Pública providencie o imediato apoio ao estado”. Na própria sexta, o presidente Michel Temer ligou para Suely, a fim de oferecer ajuda federal.

Já em Manaus, a solicitação de reforço de pessoal e equipamentos foi feita por meio de ofício do governador José Melo a Moraes, também nesse domingo. Segundo o Ministério da Justiça e Cidadania, o ministro já autorizou ajuda federal para a área de segurança aos estados do Amazonas, de Rondônia e Mato Grosso.

+ Três corpos são encontrados próximos a presídio de Manaus onde houve chacina

O efetivo da Força Nacional vai auxiliar as forças policiais locais a controlar a situação nos estabelecimentos penitenciários da capital amazonense. Desde o dia 1º de janeiro, pelo menos 64 presos foram mortos em mais de uma unidade: Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), Instituto Penal Antônio Penal (Ipat) e na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde quatro detentos foram mortos na madrugada deste domingo.

* Com informações da Agência Brasil.