Tamanho do texto

Em novembro, após a morte de dez detentos na Penitenciária Agrícola Monte Cristo, o Estado pediu ajuda federal, mas teve requerimento negado

Agência Brasil

Assessoria do ministro da Justiça diz que ainda não recebeu contato de Roraima com pedido de envio da Força Nacional
Arquivo/Agência Brasil
Assessoria do ministro da Justiça diz que ainda não recebeu contato de Roraima com pedido de envio da Força Nacional

O governo de Roraima vai refazer o pedido de envio da Força Nacional para o Estado. O documento deve ser protocolado na próxima segunda-feira (9).

+ Nova rebelião em presídio de Manaus deixa ao menos quatro mortos

Em novembro do ano passado, após a morte de dez detentos na Penitenciária Agrícola Monte Cristo, o Estado chegou a pedir ajuda federal, mas teve o requerimento negado pelo Ministério da Justiça.

Na manhã deste domingo (8), a assessoria de Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, informou que a pasta ainda não recebeu nenhum contato pessoal do governo de Roraima com a solicitação.

O trabalho de identificação e liberação dos corpos dos detentos mortos na Penitenciária Monte Cristo deve ser encerrado ainda neste domingo. Até o momento, segundo a Secretaria de Comunicação do governo estadual, 28 corpos foram identificados e 17 liberados para as famílias.

+  PCC não precisa de líderes para acontecer, diz autora de livro sobre a facção

No último sábado (7), uma vistoria encontrou mais dois corpos enterrados no presídio, aumentando para 33 o número de mortos. É possível que novas inspeções ainda sejam realizadas hoje. Por questão de segurança, as visitas na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, que ocorrem aos domingos, estão suspensas.