undefined
Reprodução/TV Globo - 02.01.2017
Apesar de determinar congelamento de tarifas municipais, Doria instaurou cobrança adicional em terminal da zona leste

Foi publicada no Diário Oficial da Cidade de São Paulo desta terça-feira (3), a instituição de cobrança adicional de R$ 1 na transferência entre ônibus e trólebus no terminal São Mateus, na zona leste da capital.

Estado ainda não decidiu sobre tarifas intermunicipais em São Paulo

Apesar de os bloqueios na transferência terem sido instalados há algum tempo, a cobrança só foi estabelecida agora. O terminal São Mateus é ponto de conexão entre as linhas da zona leste ao corredor, que estabelece ligação entre São Paulo e os municípios de Santo André, São Bernardo, Mauá e Diadema.

Não se sabe ainda, entretanto, se a cobrança será aplicada também aos outros pontos onde há integração com trólebus, nos terminais Jabaquara e Sacomã. 

Metrô, CPTM e SPTrans congelam valor da passagem para 2017

Também foi decretado o aumento de tarifa para bilhetes temporais e o fim da modalidade semanal. Além disso, as tarifas temporais passam a ser válidas somente para bilhetes comuns e não mais para vale-transporte ou escolar.

A SPTrans assegurou que gratuidade para idosos a partir de 60 anos não tem previsão de alteração. Em relação ao passe livre estudantil, o benefício é concedido a bolsistas do ProUni, participantes do Fies e integrantes do Programa Bolsa Universidade (Programa Escola da Família). Também há gratuidade para pessoas abrangidas por programas governamentais de cotas sociais. A portaria que regulamenta o benefício é a 25/2015.

Tarifas de ônibus

Logo antes de assumir mandato, João Doria declarou que não faria ajuste de tarifa para ônibus municipais em 2017. A justificativa do novo prefeito para manter o valor em R$ 3,80 foi a crise econômica que afeta a população.

Apesar de a tarifa básica ter sido mantida, as de integração com metrô ou trem, ambos de responsabilidade do governo estadual, sofreram aumento de 14,8%, mais que o dobro da inflação de 6,54%.

João Doria garante que não irá reajustar a tarifa de ônibus municipal

Entre as tarifas das modalidades temporais, todas reajustadas, o maior aumento percentual foi o bilhete de 24 horas para ônibus ou trem, que passou de R$ 10 a R$ 15, representando um aumento de 50% do valor inicial.

Grande São Paulo

Apesar de a capital optar pelo congelamento, pelo menos sete cidades da grande São Paulo aumentaram o valor das tarifas. Em Barueri, Mauá e Osasco, o bilhete municipal passou de R$ 3,80 para R$ 4,20 na virada do ano. Em Carapicuíba, o valor reajustado também de R$ 3,80 para R$ 4,20 passou a ser vigente logo após o Natal e em Santo André, que sofreu aumento nodo mesmo valor, o reajuste é válido desde terça-feira (3).

    Veja Também

      Mostrar mais