Projeto-piloto será implantado no Detran. Se der certo, o home office será disponibilizado para servidores de todo o DF
Wikimedia
Projeto-piloto será implantado no Detran. Se der certo, o home office será disponibilizado para servidores de todo o DF

Os servidores públicos do Distrito Federal agora terão a oportunidade de trabalhar sob um esquema de home office ou teletrabalho. A medida, segundo o governo, pretende reduzir gastos públicos e estimular a produtividade dos funcionários.

+ Doria anuncia corte de 15% em contratos e em 30% dos cargos comissionados em SP

Para testar a eficiência da medida, um projeto-piloto será implantado com os servidores públicos do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF).

O esquema funcionará com um acompanhamento constante da produtividade dos funcionários. Para isso, quem trabalhar a distância terá que cumprir metas de desempenho 15% superiores às dos demais.

Não é para todos

Além disso, nem todo mundo poderá optar por trabalhar de casa: o limite máximo de servidores em home office no projeto-piloto é de 30% por unidade. E quem entrar no projeto deverá se reunir com as chefias imediatas uma vez por semana para apresentar resultados e acompanhamento dos trabalhos.

Segundo o Detran, o objetivo do projeto é, além de aumentar a produtividade e a qualidade do trabalho dos servidores, promover formas de motivar e comprometer os funcionários, economizar tempo e custo de deslocamento, além de possibilitar a melhoria da qualidade de vida das equipes do departamento.

+ Kalil exonera 2,8 mil funcionários um dia após assumir a prefeitura de BH

Você viu?

Ainda antes de aderirem à modalidade, todos os interessados em trabalhar de casa vão passar por uma avaliação psicológica que deve atestar se eles têm o perfil desejado para o projeto.

Quem conseguir a permissão de trabalhar em home office terá a responsabilidade de providenciar a estrutura física e tecnológica necessária para a realização das atividades fora do Detran.

Servidores que desempenham suas atividades no atendimento ao público externo e interno, ocupantes de funções comissionadas ou de cargos de chefia não poderão trabalhar de casa.

Para a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal, “a possibilidade de implementação de teletrabalho no governo de Brasília é uma proposta complexa".

+ Ao assumir segundo mandato, ACM Neto promete priorizar os pobres

A secretaria defende que tal implementação "exige, além de estudos, regulamentação apropriada para tal inovação”. Um projeto de lei para alterar o regime jurídico dos servidores públicos civis do DF será enviado à Câmara Legislativa.

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: casa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários