Homem é preso na Argélia por abraçar pessoas na rua
Reprodução
Homem é preso na Argélia por abraçar pessoas na rua


Um homem foi condenado na Argélia a dois meses de prisão por abraçar pessoas aleatórias na rua. Mohamed Ramzi, de 30 anos, faz vídeos para o Tik Tok e dizia que o seu objetivo era espalhar positividade e paz às pessoas durante o dia a dia.

O que parecia uma ideia genial, acabou se tornando um pesadelo, e a experiência social foi desaprovada culturamente em seu país. Após comentários pesados e críticas, Mohamed chegou a pedir desculpas pela ação.

Os promotores acusaram Ramzi de comportamento idecente por seu clipe de abraços públicos e por exibir duas garotas utilizando saias curtas, das quais uma tinha tatuagem, o que ainda é um tabu no país.

No ano passado, um tribunal o considerou inocente de todas as acusações, mas o caso voltou à tona no Conselho Judicial da Argélia depois que os procuradores recorreram da decisão. O homem, então, foi condenado a dois meses de prisão, além de ser obrigado a pagar uma multa de 5 milhões de dinares (195 mil reais).

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!