Marcos Pontes
Carolina Antunes/PR - 19/05/2020
Marcos Pontes

Aliado de presidente Jair Bolsonaro (PL) na disputa pelo governo paulista, o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) anunciou, na manhã deste sábado, a pré-candidatura de Marcos Pontes, ex-ministro da Ciência e Tecnologia, ao Senado por São Paulo.

Pontes é filiado ao PL, partido do presidente. A decisão ocorre após mais uma desistência do apresentador de televisão José Luiz Datena de entrar na política. Ele era cotado para formar chapa com Tarcísio.

— Marcos Pontes será nosso pré-candidato ao Senado. Ou seja: time Jair Bolsonaro completo — disse Tarcísio em evento em Bauru, no interior de São Paulo.

No Twitter, Tarcísio reforçou a pré-candidatura. "Anuncio que nosso 1º astronauta, o menino de origem humilde, que acreditou em um sonho e levou a bandeira do Brasil onde ela ainda não tinha chegado, vai alçar um novo voo. Será pré-candidato ao Senado Federal", publicou.

Tenente-coronel da Força Aérea Brasileira, Pontes foi ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação entre 1º de janeiro de 2019 e 30 de março deste ano. Ficou conhecido como o "primeiro astronauta brasileiro" ao participar da "Missão Centenário", em 2006, em comemoração aos cem anos do voo do 14-Bis, avião de Santos Dummont. Em março daquele ano, ele embarcou na nave russa Soyuz TMA-8 e permaneceu cerca de uma semana na Estação Espacial Internacional (ISS).

Em 2018, Pontes havia sido eleito segundo suplente do senador Major Olímpio, que morreu de Covid-19, em março de 2021.

Outros nomes disputavam a pré-candidatura ao Senado na coligação bolsonarista em São Paulo, como os deputados federais Carla Zambelli (PL-SP) e Marco Feliciano (PL-SP). Até o início do mês, o apresentador José Luiz Datena era cotado para a vaga, mas desistiu de concorrer.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários