Exemplo de garimpo ilegal, este na região do Parima, na terra indígena Yanomami, às margens do rio Uraricuera, no município de Alto Alegre, em Roraima
Divulgação - 09/05/2022
Exemplo de garimpo ilegal, este na região do Parima, na terra indígena Yanomami, às margens do rio Uraricuera, no município de Alto Alegre, em Roraima

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (7), três operações de combate ao comércio e à extração ilegal de ouro no país. Nas operações Ganância, Golden Greed e Comando, a PF cumpre 82 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão.

A Operação Ganância envolve empresas da área de saúde que movimentaram cerca de R$ 16 bilhões em contas bancárias, cujas transferências estariam ligadas a recursos obtidos com garimpo ilegal.A Operação Golden Green apura a atuação de organizações criminosas no comércio ilegal de ouro no Pará. Entre os bens que são alvo de buscas, estão cinco aeronaves e um helicóptero, além do bloqueio de R$ 1 bilhão nas contas bancárias de uma mineradora investigada.

A Operação Comando investiga uma organização que transportava ouro ilegal e drogas do Pará para São Paulo.De acordo com a PF, os acusados respondem por crimes ambientais, receptação qualificada, usurpação de bem mineral da União, falsidade Ideológica, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários