Tumulto na região do centro de São Paulo
Reprodução (Instagram)
Tumulto na região do centro de São Paulo


Vídeos de moradores da região central de São Paulo mostram grupos de pessoas em situação de rua depredando carros e lojas com paus e pedras durante a madrugada de hoje (2). Alguns dos veículos atingidos estavam parados no semáforo quando foram cercados pelos grupos.Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo, a confusão começou depois que um homem foi preso durante a madrugada na Alameda Barão de Limeira.

“Na ocasião, dependentes químicos se deslocaram pelas ruas da região e jogaram pedras em uma viatura da GCM [Guarda Civil Metropolitana]”, diz a nota. As ocorrências foram registrada no Distrito Policial do Bom Retiro.

Operação Caronte

Desde o final de março, quando uma grande operação policial dispersou a concentração de pessoas em situação de rua e de usuárias de drogas da Cracolândia, que ficava na Praça Princesa Isabel, esses grupos menores têm circulado pela região central. A Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar agem constantemente para evitar que as pessoas permaneçam por muito tempo em um determinado local.

A Polícia Civil também tem feito operações esporádicas, efetuando prisões e com apoio de atiradores de elite. As ações fazem parte da chamada Operação Caronte, iniciada em julho do ano passado. “Trata-se de uma parceria entre a Polícia Civil e a Guarda Civil Metropolitana, iniciada em maio de 2021, para combater e reprimir a atuação de organizações criminosas armadas que exploram o tráfico de drogas na região da Luz, região central da cidade” diz nota divulgada pela GCM.

Abusos

Moradores da região também têm registrado abusos por parte dessas ações. O cinegrafista Caio Castor flagrou guardas civis agredindo uma transexual com cacetadas e spray de pimenta sem reação visível da mulher. Após a divulgação das filmagens, na semana passada, ele foi ameaçado por vizinhos e teve que deixar o local com a família. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) divulgaram notas de apoio ao repórter.

Também na semana passada, um outro morador flagrou guardas civis imobilizando um homem com o joelho no pescoço. Nas imagens é possível ver que um dos agentes sai da viatura se aproxima com um saco com uma substância branca que é apresentada como drogas que estariam em posse do homem.

Após a divulgação das imagens, a juíza Gabriela Bertoli reconsiderou a prisão e decidiu pela soltura do homem. A magistrada avaliou que abordagem pode ter sido abusiva, determinando, inclusive, a comunicação do fato à Corregedoria da GCM.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários