Jair Bolsonaro defendeu a venda de autotestes em farmácias
O Antagonista
Jair Bolsonaro defendeu a venda de autotestes em farmácias

O presidente Jair Bolsonaro (PL) promoveu, no sábado (15), a regulamentação de autotestes para a Covid-19 no Brasil. Segundo Bolsonaro, os autotestes podem garantir o início mais rápido das ações e interromper a cadeia de transmissão.

A declaração acontece dias após o próprio presidente minimizar os efeitos da variante Ômicron no país. Em entrevista à Gazeta Brasil, na quarta-feira (12), Bolsonaro disse que a variante é "bem-vinda" e afirmou não ter registro de mortes por causa dela.

Em publicação no Twitter, o pré-candidato a reeleição pelo PL confirmou o envio de informações sobre os autotestes à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Bolsonaro ressaltou que o produto deve ser disponibilidade em redes de farmácias e estabelecimentos de saúde.

"O uso do autoteste pode garantir o início mais rápido das ações para interromper a cadeia de transmissão", disse.

Leia Também

"O objetivo é que os testes sejam disponibilizados em redes de farmácias/drogarias e outros estabelecimentos de saúde para pessoas com ou sem sintomas que tenham interesse em realizar a autotestagem", concluiu.

A Anvisa deve usar as informações para decidir ou não pela aprovação do uso de autotestes no país. A discussão deve ser intensificada nesta semana.

A previsão é que o produto custe, em média, R$ 50. Essa é uma das apostas do governo para intensificar a testagem em meio ao aumento de casos de Covid-19 neste começo de ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários