Força da água após rompimento de barragem em Jussiape
Reprodução
Força da água após rompimento de barragem em Jussiape

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, Adson Marquesini, confirmou o que está sendo considerada a 18ª morte em decorrência das fortes chuvas que atingem o estado desde o fim de novembro, e se intensificaram neste fim de semana.

A vítima, que não teve o nome revelado, é um dono de balsa que se afogou no Rio das Contas, na cidade de Aurelino Leal, sul do estado.

Na Bahia, os temporais não dão trégua há um mês. Cerca de 4.185 pessoas estão desabrigadas e 11.260 desalojadas. Ontem a crise se acentuou. Ao menos 20 cidades estão debaixo d'água.

Segundo a Defesa Civil, foram confirmadas 17 mortes e 286 feridos. Segundo o governador Rui Costa, os esforços do poder público se concentram na retirada dos moradores das áreas de risco, já que algumas casas correm o risco de desabar.

Rompimento de barragem

Leia Também

Em Jussiape, região da Chapada Diamantina, o rompimento da barragem na manhã deste domingo fez com que uma forte enxurrada atingisse o município. Pelas redes sociais, a prefeitura pediu para os moradores buscarem abrigo em locais seguros.

Pela manhã, João Roma, Ministro da Cidadania, e o governador do estado, Rui Costa, sobrevoaram a região. Os moradores desabrigados estão sendo orientados a se dirigir à Escola Municipal José Mancos Freire.

Ontem (25) à noite, uma barragem se rompeu em Conquista. Ao menos 10 casas desabaram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários