Bolsonaro
Reprodução
Bolsonaro

Antes território dominado, as redes sociais deixaram de ter uma liderança tranquila para o presidente Jair Bolsonaro, que vem perdendo forças, segundo uma pesquisa da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Os dados apontam para uma tendência de queda do chefe do Executivo em todas as plataformas. Para se ter uma ideia, em engajamento, Bolsonaro já aparece tecnicamente empatado com Lula no Twitter.

Já no YouTube é Ciro Gomes (PDT) é quem ameaça o presidente e já está bem próximo no desempenho das postagens. O pedetista, aliás, chegou a ficar à frente de Bolsonaro em três das sete semanas analisadas pela FGV.

Enquanto isso, no Instagram, Lula também se aproxima do seu possível adversário em 2022. Uma dos grandes responsáveis pela alta do petista na plataforma foi a entrevista concedida ao podcast Podpah, que teve mais de 8 milhões de visualizações no YouTube.

Para chegar aos dados, a Fundação analisou, entre os dias 1 de novembro e 19 de dezembro, 82,2 milhões de interações nos perfis oficiais de Bolsonaro, Lula, Ciro, Marina Silva, João Doria e André Janones.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários