Itapemirim
Instagram
Itapemirim

Voltou a circular nas redes sociais, neste fim de semana, um trecho de uma das lives do presidente Jair Bolsonaro, em que ele desembrulha a miniatura de um ônibus da Viação Itapemirim.

A transmissão em questão foi realizada há mais de um ano, em 22 de outubro de 2020, quando o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciou que o Grupo Itapemirim também entraria no ramo do transporte aéreo. Na noite de sexta-feira, porém, a empresa anunciou que suspendeu "temporariamente" todas as operações de aviação por uma "reestruturação interna", o que causou o resgate do vídeo.

Horas depois da decisão do grupo empresarial, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu o Certificado de Operador Aéreo da ITA Transportes Aéreos. Sem o documento, a empresa não poderá voltar a voar. Como informou o colunista do GLOBO Lauro Jardim, as operadoras de turismo estimam que, até o dia 2 de janeiro, cerca de 40 mil pessoas podem ficar sem conseguir viajar. 

O cenário causou protestos nas redes sociais. Foi nesse contexto que um trecho da live de Bolsonaro, de 2020, foi resgatado. Nele, o presidente se diverte enquanto abre o pacote e tenta adivinhar o que há dentro: “É um busão da Itapemirim!”, acerta o palpite, antes de questionar o ministro Tarcísio Freitas sobre a origem do objeto.

“A Itapemirim estava conosco lá, mostrando os investimentos que vai fazer no transporte rodoviário de passageiros e no transporte aéreo, porque estão habilitando a empresa agora para começar a operar no transporte aéreo”, explica o ministro.

Tarcísio, então, explica o programa “Voo Simples”, lançado pelo governo também em outubro de 2020, como um pacote de medidas para o setor de aviação, na tentativa de reduzir custos e com novas regras para pilotos, como o fim do período de validade da carteira de habilitação.

“É um programa de desregulamentação e simplificação do transporte aéreo. Isso nasceu porque a gente vinha escutando os pilotos, os profissionais das empresas de aviação agrícola, de aviação experimental, de aviação executiva. A dificuldade que eles tinham, o custo que eles tinham”, contou o ministro, na ocasião, durante a transmissão.

Nas redes sociais, o deputado federal e ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (sem partido-RJ) afirmou que o governo “foi irresponsável e negligente em autorizar um grupo em recuperação judicial a voar, ingressar num setor que depende de muito investimento, de muito capital”.

“O vídeo mostra a irresponsabilidade do presidente e de seu ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas”, completou Maia.

Outro internauta, com @PauloSchiavon2, compartilhou o vídeo e ironizou a ligação da empresa, que paralisou suas operações, com o presidente da República. “A Itapemirim está fechada com Bolsonaro”, escreveu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários