Calcinha
Reprodução
Calcinha

Um morador da Flórida (EUA) foi expulso de um voo da United Airlines por usar uma calcinha fio-dental como máscara anti-Covid para protestar contra a ordem da obrigatoriedade da proteção anti-coronavírus da companhia aérea americana, seguindo protocolo federal.

O passageiro, Adam Jenne, de 38 anos, disse à NBC2 que acreditava estar em conformidade com o mandato da máscara da companhia aérea, já que, na sua opinião, o fio-dental cobriu apropriadamente o seu nariz e a sua boca no voo de 15 de dezembro entre Fort. Lauderdale e Washington, D.C.

O pessoal da companhia aérea, entretanto, discordou, e o retirou do voo. 

"Tudo isso é um teatro", protestou o negacionista, que usava uma camisa contra o presidente Joe Biden.

Jenne, que se comparou ao ícone e pioneira dos direitos civis Rosa Parks, disse que já havia usado uma tanga como máscara em vários voos anteriores, com respostas variadas de membros da tripulação.

"Tudo o mais que gerou mudanças neste país começou com as pessoas comuns. Rosa Parks não era famosa. Ela mudou o curso da História", disse Jenne à emissora WBBH.

Adam disse que não vai abandonar o protesto e que espera que outra empresa o trate com melhor senso de humor. Ele está proibido de voar pela United até que o seu caso seja analisado

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários