OMS declara fim de 2ª epidemia de ebola na Guiné
shutterstock/Reprodução
OMS declara fim de 2ª epidemia de ebola na Guiné

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou neste sábado (19) o fim da segunda epidemia de ebola na Guiné, país da África Ocidental que já havia sofrido com o vírus entre 2014 e 2016.

"Eu tenho a honra de declarar o fim [da epidemia] do ebola", disse um funcionário da OMS, Alfred Ki-Zerbo, durante uma cerimônia em Nzérékoré, onde a febre hemorrágica havia reaparecido no fim de janeiro.

Ao todo, foram identificados 16 casos confirmados e sete prováveis, sendo que 12 pessoas morreram. O baixo número se deve à experiência adquirida pela Guiné com a epidemia de 2014-2016, a pior desde a descoberta do vírus, em 1976.

Na ocasião, o ebola matou cerca de 11,3 mil pessoas na África Ocidental, sendo 4,8 mil na Libéria, 4 mil em Serra Leoa e 2,5 mil na Guiné. Para declarar o fim de uma epidemia de ebola, é preciso esperar 42 dias sem casos, o que corresponde a dois períodos de incubação do vírus.

O ebola provoca uma febre hemorrágica altamente contagiosa e letal, porém já existe uma vacina para combatê-lo. O imunizante está em uso na República Democrática do Congo, onde o vírus é endêmico, e na própria Guiné, que já recebeu 24 mil doses da OMS.

Cerca de 11 mil pessoas de alto risco já foram vacinadas no país, incluindo 2,8 mil profissionais da saúde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários