Bolsa Família
Reprodução: ACidade ON
Bolsa Família

Prestes a ser lançado pelo governo Jair Bolsonaro, o projeto de reformulação do Bolsa Família prevê acabar com as verbas destinadas à ampliação de creches públicas para crianças em situação de vulnerabilidade social. A informação, divulgada pelo UOL, consta na minuta da Medida Provisória. 

Em contrapartida, o governo pretende criar um voucher mensal de R$ 250 para creches privadas que só beneficiará famílias que deixem o programa social. O voucher foi batizado como Auxílio Creche e serviria como a "porta de saída" do Bolsa Família, expressão sempre usada por integrantes do governo Bolsonaro.

A ideia principal é acabar com o programa Brasil Carinhoso, que foi criado pelo governo Dilma Rousseff e financia a expansão de vagas de creche focadas em crianças de famílias beneficiárias do Bolsa Família. Vale lembrar que o programa aplicou mais de R$ 2,6 bilhões na expansão da rede de creches. Entre 2011 e 2014, a cobertura para crianças beneficiárias do Bolsa Família subiu de 13,9% para 19,6%, segundo dados do Ministério da Cidadania. Em 2019, último ano com informações consolidadas, o governo Bolsonaro investiu menos de R$ 8 milhões.

Na última quinta-feira, aliás, o presidente fez menção ao texto da MP. "Está quase pronta também a questão do novo Bolsa Família. Em breve, a inclusão no Bolsa Família não será mais procurando prefeituras pelo Brasil, será feito através de um aplicativo. Vamos libertar as pessoas mais humildes do jugo de quem quer que seja", disse Bolsonaro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários