Em reunião, Paes em conjunto com o Castro pretendem começar vacina no RJ em 20 de janeiro
Estefan Radovicz
Em reunião, Paes em conjunto com o Castro pretendem começar vacina no RJ em 20 de janeiro

O governador em exercicio, Claudio Castro , está no Palácio da Cidade reunido com o prefeito Eduardo PaesEles se reúnem para discutir estratégias de enfrentamento da pandemia e os preparativos para a campanha de vacinacão da população do Rio de Janeiro .

Paes declarou que irá seguir o plano Nacional de Imunização do governo federal, para que a população do Rio seja vacinada contra a covid-19 . Ele disse estar aguardando as informações que o mininstro da saúde, Eduardo Pazuello, irá soltar amanhã (04) e que as vacinações poderão começar já no dia 20 de janeiro.

"Vamos seguir o plano nacional de imunização. O Ministro Pazuelo vai anunciar as datas do PNI amanhã e ouvi que a vacinação pode começar no dia 20 de janeiro, no dia de São Sebastião, o que seria um grande presente para a cidade", disse o prefeito.

Ele ainda declara que será uma de suas prioridades a luta contra a pandemia do novo coronavírus com ações do governo federal, já que, segundo ele, até o momento tal medida não existiu no estado na gestão passada.

"Queremos, acima de tudo, integração de normas e resoluções do combate à covid-19 com o governo do Estado para facilitar o cumprimento das regras pelo cidadão", afirma Paes.

O governador em exercício, Claudio Castro reafirma as fala de Paes e disse que a cidade já tem as estruturas necessárias para começar a vacinação em sua população. 

" O Estado do Rio já tem todo o material pra a primeira fase da vacinação. Semana passada chegaram 8 milhões de seringas compradas e agora em janeiro chegam mais 8 milhões. Só para a capital do Rio são 5,3 milhões. Se a vacinação começasse na próxima quarta-feira, estaríamos preparados", conta Castro.

No encontro, participam o secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, e também secretários municipais Pedro Paulo (Fazenda), Renan Ferreirinha (Educação), Laura Carneiro (Assistência Social) e Chicão Bulhões (Desenvolvimento Econômico).

Paes disse que Prefeitura e Governo do estado vão trabalhar de forma integrada e conscientizando a população sobre a pandemia . Mas fez alerta: "Se tiver que ser duro seremos duro", disse Paes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários