Candidata do PCO
Divulgação
Candidata do PCO

As campanhas eleitorais seguem a todo o vapor por todo país. Porém, em Belo Horizonte, chama a atenção a atuação que vem sendo feita pela candidata à Prefeitura da cidade, Marília Domingues (PCO), que cumpre suas agendas de campanha a quase 600 quilômetros de distância de onde pretende ser eleita.

Até agora, todos os seus compromissos foram feitos a partir de São Paulo, onde mora, não cumprindo nenhuma agenda na capital mineira. Nascida na capital paulista, a estudante de letras começou sua militância em 2018, quando morava na capital mineira. Foi naquele ano, aliás, que ela tentou o seu primeiro cargo político, como de deputada federal em Belo Horizonte, mas não foi eleita.

Apesar do fato inusitado, a candidata não está fugindo às regras. O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) aponta que não há irregularidade em fazer campanha fora do domicílio apresentado. Além disso, como registro de Marília Domingues foi deferido, todos os requisitos de candidatura e elegibilidade foram cumpridos. Assim, o fato de uma candidata à Prefeitura de Belo Horizonte estar em um município diferente durante o período de campanha, em princípio, não representa irregularidade.

E não é só sua campanha, que até o momento recebeu R$ 1 mil do fundo partidário, que chama a atenção. A candidata também tem um programa de governo polêmico, no qual, defende, por exemplo, a suspensão do Enem e dos vestibulares. a redução da jornada de trabalho; e o fim das escolas militares. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários