Romeiro
Arquivo pessoal
José Sidney Alarcão, 48 anos, fazia romaria a Aparecida para pagar promessa da casa própria, para qual se mudaria na segunda-feira (12)

A caminho de Aparecida para pagar uma promessa, o romeiro José Sidney Alarcão, de 48 anos, morreu atropelado na via Dutra, em Pindamonhangaba, na madrugada deste domingo (11). De acordo com a  Polícia Rodoviária Federal, ele foi atropelado por um carro e arrastado por cerca de 40 metros e o motorista fugiu sem prestar socorro.

José Sidney trabalhava como cortador de eucalipto e deixou dois filhos. O enterro está marcado para as 16h no cemitério municipal de Taubaté.

José tinha saído da cidade de Taubaté com sua esposa. O acidente aconteceu por volta da meia-noite no quilômetro 84, depois do pedágio de Moreira César. Sidney estava no acostamento da estrada, quando foi atingido por um carro.

O corpo foi arremessado para cerca de 40 metros do local do acidente e a esposa de José caiu com o impacto, mas não ficou ferida. O grupo de romeiros que estavam junto com o casal pediu o resgate, porém o homem não resistiu e faleceu no local.

O motorista do carro fugiu sem prestar socorro e o caso foi registrado na Polícia Civil, que investiga o caso.

Segundo disse a cunhada do romeiro, Renata Oliveira, ao portal G1, o acidente aconteceu pouco após da saída do casal. Eles faziam romaria para Aparecida todos os anos, e este ano pagariam uma promessa pela construção da casa própria. O casal começaria a mudança para a nova casa na segunda-feira (12).

"Eles estavam há três anos construindo essa casa. O imóvel tinha tudo que eles queriam, juntaram tudo que podiam para fazer a casa dos sonhos deles e isso aconteceu. Estamos todos em estado de choque", afirmou a cunhada de José ao portal.

    Veja Também

      Mostrar mais