caetano olavo
Reprodução YouTube/Caetano Veloso e Olavo de Carvalho
Justiça determinou 15 dias para que Olavo de Carvalho pague a indenização de R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso

O escritor e apoiador do governo Bolsonaro, Olavo de Carvalho, tem 15 dias para pagar uma indenização de R$ 2,9 milhões ao músico  Caetano Veloso. A determinação é da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro e foi divulgada pelo portal Uol neste sábado (10).

Em 2017, Olavo  acusou Caetano de pedofilia e foi processado pelo artista. O comentário fez referência a Caetano ser casado a produtora Paula Lavigne, relacionamento iniciado quando ela tinha 13 anos, e ele, 40.

Caetano e Paula Lavigne ficaram juntos por 19 anos. Em 2004, terminaram o casamento, mas voltaram em 2016. No ano de 2017, a Justiça fez uma liminar para  Olavo apagar as postagens, ordem que deveria ser cumprida em 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. 

Mesmo intimado pessoalmente, em sua casa nos Estados Unidos, Olavo de Carvalho não apagou as publicações sobre Caetano Veloso. Assim, a multa atingiu o valor de R$ 2,9 milhões, que agora o escritor foi intimado a pagar.

"Intime-se a parte ré (Olavo de Carvalho), (...) para pagar, no prazo de quinze dias, o valor apresentado pelo exequente em sua planilha, alertando-o de que não ocorrendo o pagamento voluntário haverá acréscimo de multa de 10%", decretou a juíza Renata Gomes Casanova de Oliveira e Castro.

Há um ano, no mesmo processo, a Justiça condenou Olavo a pagar a Caetano uma indenização de R$ 40 mil por danos morais.

O valor corrigido é hoje de R$ 65.966,78, e a indenização foi paga judicialmente em agosto. Porém, Olavo ainda recorre do valor por meio de um agravo de instrumento que será julgado pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio. 

    Veja Também

      Mostrar mais