Bolsonaro vem defendendo o fim do isolamento social
Twitter / Reprodução
Bolsonaro vem defendendo o fim do isolamento social

O presidente Jair Bolsonaro reforçou, neste sábado, sua posição em defesa da retomada das atividades no país. Ele usou as redes sociais para postar o vídeo de entrevista dada em 25 de março em que prega que os brasileiros precisam "acordar para a realidade" antes de um suposto caos se instalar em função da paralisia pelo coronavírus.

Leia também: Humans Right Watch diz que Bolsonaro atrapalha o combate do novo coronavírus

O vídeo é uma edição de uma entrevista dada na porta do Palácio do Alvorada . "Há 2 semanas falei sobre o que poderia acontecer no Brasil, caso se preocupassem apenas com um problema", escreveu o presidente como legenda para o vídeo.

Ontem, de acordo com o Ministério da Saúde, o país ultrapassou mil mortes pela Covid-19 . São 1.056 mortes e 19.638 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Você viu?

"Certas autoridades municipais e estaduais estão tomando medidas, no meu entender, além da normalidade, proibindo tráfego de pessoas, tráfego de rodovias, fechando empresas, fechando comércios", diz Bolsonaro ma entrevista.

Na sequência, ele narra que há aproximadamente 30 milhões de autônomos no Brasil: "Uma parte considerável não está ganhando o seu ganha-pão". Ele diz ainda que as empresas não estão produzindo e que o homem do campo também pararia. "Nós vamos viver de quê?", questiona.

Leia também: Humans Right Watch diz que Bolsonaro atrapalha o combate do novo coronavírus

Depois de apresentar esses argumentos, ele pede que o país "volte à normalidade ". "Brasileiros, acordem para realidade. Se não acordarmos em pouco dias, poderá ser tarde demais. (...) Espero que Brasil volte à normalidade, encare o vírus, atá como se fosse uma guerra, mas em situação de igualdade. Se formos para o discurso fácil, 'todo mundo em casa', vai ser um caos", diz Bolsonaro .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários