Vacinas
Osnei Restio/ Prefeitura de Nova Odessa
Primeira fase da campanha é dedicada a idosos e profissionais da saúde

No fim do primeiro dia da campanha, nesta segunda-feira (23), a vacina contra a gripe já está em falta em mais de 400 cidades do estado de São Paulo, segundo o Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems-SP).

Isso representa por volta de 60% do total dos municípios no estado. Em ofício enviado nesta segunda (23) para o secretário estadual da Saúde, o Cosems-SP pede que o governo invista em esforços para garantir quantidades suficientes da vacina para todos os municípios do estado.

A primeira etapa da vacinação contra a gripe é exclusiva para idosos com mais de 60 anos e profissionais da área da saúde e a expectativa é que mais de 2 milhões de pessoas devem ser vacinadas nesta fase. A meta é imunizar 1,8 milhão de idosos.

Em muitos postos de saúde houve filas e aglomerações de idosos em busca da imunização. Mas a vacina contra a gripe não protege contra o novo coronavírus. No entanto, como os sintomas da covid-19 são parecidos com os da gripe, a campanha de vacinação facilita os diagnósticos por exclusão.

Em  Guarulhos , na Grande São Paulo, a prefeitura suspendeu a vacinação contra a gripe porque os estoques estão zerados.

"A princípio, era para o município receber 125 mil doses para atender o público-alvo desta primeira etapa. Contudo, o governo estadual encaminhou apenas 39 mil. Com isso, no início da tarde desta segunda (23) a maioria das UBS já tinha consumido seu estoque de vacinas", afirma a prefeitura em nota.

Segundo a prefeitura de Guarulhos, depois de fazer o pedido ao governo estadual, "a previsão é que o município receba antecipadamente as entregas programadas ainda esta semana ".

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirma que recebeu 4,8 milhões de vacinas do governo federal e que, graças a uma força-tarefa nas entregas, as vacinas recebidas no final de semana devem ser distribuídas aos municípios até esta terça-feira. Confira o documento completo:

A Secretaria de Estado da Saúde montou uma força-tarefa com as equipes do CVE (Centro de Vigilância Epidemiológica) e do CDL (Centro de Distribuição e Logística) garantindo envio das grades de vacina contra a gripe com agilidade a todos os municípios.

O Ministério da Saúde enviou inicialmente cerca de 2 milhões de doses a SP, o que representa 32% do quantitativo necessário para os grupos prioritários da primeira etapa – idosos e profissionais de saúde. Todos os municípios iniciaram a vacinação com grades parciais desta primeira remessa.

Além disso, no último final de semana foram recebidas mais 2,8 milhões de doses, ampliando para 70% o estoque. As novas grades já estão em distribuição até amanhã (24), graças a essa força-tarefa nas entregas. A pasta está em diálogo contínuo com o Ministério para garantir o abastecimento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários