BRASÍLIA- Os últimos passageiros que estavam isolados em um cruzeiro atracado no porto do Recife deixaram a embarcação neste domingo. São 105 americanos que seguem ainda nesta tarde para os Estados Unidos de avião, acompanhados de um médico. O grupo estava em isolamento no navio depois que dois passageiros, oriundos do Canadá, testaram positivo para o novo coronavírus. No mundo, o número de casos confirmados ultrapassa os 300 mil.

Leia mais: Cruz vermelha discute prevenção do coronavírus no sistema prisional

silver shadow
Reprodução/TV Globo
Embarcação tinha 609 pessoas de 18 nacionalidades a bordo

Ao todo, 609 passageiros e tripulantes do navio Silver Shadow vinham sendo mantidos em regime de isolamento há mais de uma semana. A quarentena começou depois que um canadense passou mal e precisou ser socorrido pelas equipes de saúde da capital pernambucana. Posteriormente, ele foi diagnosticado com o novo coronavírus. Sua mulher também fez o teste e foi diagnosticada com a doença.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com a saída dos turistas norte-americanos, apenas a tripulação permanecerá na embarcação, até completar os 14 dias de quarentena.

Leia mais: Maia diz que não é hora de adiar eleição e que Mandetta "vai muito bem" na saúde

No sábado, passageiros brasileiros, uruguaios, mexicanos e canadenses deixaram o cruzeiro. Segundo a Anvisa , eles "serão desembarcados e tomarão voos que estão sendo providenciados pela empresa de cruzeiro responsável pelo navio".

A nota da Anvisa indica ainda que a operação está sendo feita de forma conjunta entre os órgãos de saúde e segurança pública locais e federais. "Todas as medidas de prevenção estão sendo adotadas para que o desembarque, transporte e embarque dos passageiros nos voos seja feito com total segurança para a população do Recife e a comunidade em seu entorno", completa a agência.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários