Tamanho do texto

Avião particular que pertence ao DJ brasileiro estava com 9 pessoas a bordo e foi parar em barranco após acidente. Não houve feridos no incidente

Avião que pertence ao DJ Alok teve problemas na decolagem no aeroporto de Juiz de Fora, Minas Gerias, e chegou a sair da pista
Reprodução
Avião que pertence ao DJ Alok teve problemas na decolagem no aeroporto de Juiz de Fora, Minas Gerias, e chegou a sair da pista

Um avião que transportava o DJ Alok teve problemas durante a decolagem no aeroporto de Serrinha , em Juiz de Fora , Minas Gerais, e acabou saindo da pista na tarde deste domingo (20). Segundo o Corpo de Bombeiros, apesar do susto, não houve feridos. A assessoria do DJ também confirmou que ele passa bem.

Leia também: Barco com 27 imigrantes à deriva é resgatado na costa do Maranhão

No momento do acidente, a aeronave particular que tem capacidade para 9 pessoas estava com 8 ou 9 indíviduos a bordo, informou o Corpo de Bombeiros. O avião, um Cessna modelo 560X, prefirxo PR-AAA, pertence ao DJ Alok e, segundo as autoridades locais, está em situação regular.

O DJ brasileiro estava em Minas Gerais por conta de um show realizado ao lado do cantor Luan Santana, no Lavras Rodeo Festival, na cidade de Lavras, na noite de sábado (19). De avião, Alok se deslocava para Belém, no Pará, onde se apresentaria no Pump Sunset. Após o acidente, a atração e sua equipe seguiram viagem de carro, mas cancelaram o show.

No evento do festival, Alok anunciou a próxima data que estará em Belém para acalmar os fãs:

DJ Alok remarca show cancelado nesse domingo (20) para o próximo dia 20 de maio, em Belém (PA), após acidente com avião em Juiz de Fora (MG)
Reprodução/Facebook
DJ Alok remarca show cancelado nesse domingo (20) para o próximo dia 20 de maio, em Belém (PA), após acidente com avião em Juiz de Fora (MG)

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Juiz de Fora, responsável pela administração do aeroporto, disse que tomou as medidas de segurança "imediamente após a ocorrência" e que as causas do incidente serão investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Leia também: Caixa-preta do avião que caiu em Cuba é recuperada por especialistas

Problemas com o aeroporto

O acidente com o avião do DJ Alok, porém, não é o primeiro caso de aeronave que teve problemas no Aeroporto Francisco Álvares de Assis, mais conhecido como Aeroporto da Serrinha, em Juiz de Fora.

Aeronave particular pertencente a hospital também teve problemas no aeroporto de Serrinha em outubro do ano passado e vou parar em barranco na hora da aterrizagem
Reprodução/Youtube
Aeronave particular pertencente a hospital também teve problemas no aeroporto de Serrinha em outubro do ano passado e vou parar em barranco na hora da aterrizagem

Em outubro do ano passado, uma outra aeronave particular pertencente ao Hospital Dr. João Felicio não conseguiu frear há tempo na aterrizagem e acabou parando perto de um barranco também já do lado de fora da pista de 1.535 metros de comprimento por 30 de largura que suporta aeronaves com até 50 passageiros.

Atualmente, o Aeroporto da Serrinha não recebe vôos comerciais e trabalha com táxis aéreo e voos executivos. O local também serve para formação de pilotos e como aeroclube e é administrado pela pela Prefeitura desde agosto deste ano quando a Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda (Sinart) deixou a adminsitração do equipamento que operava desde 2007.

Desde então, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur) está em processo de contratação de uma empresa especializada para a gestão, mas o pregão já foi adiado duas vezes para responder aos questionamentos das empresas e buscar mais interessados no equipamento.

Leia também: Aeroportos de Campinas e Curitiba são eleitos melhores do País pelos passageiros

Em agosto, a Prefeitura informou que o objetivo é transformar o aeroporto em um ponto de interesse para as empresas que tenham como atividade principal ou secundária atender a aviação executiva, além de manter o atendimento de táxi aéreo como foi o caso do avião do DJ Alok nesse domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.