Desde 19 de novembro, a praça Tahrir voltou a ser palco de violentos confrontos entre manifestantes e policiais

Após os protestos que colocaram fim ao governo de Hosni Mubarak , há 30 anos no poder do Egito, a praça Tahrir , no centro do Cairo, voltou a ser palco de confrontos entre as forças de segurança e os manifestantes.

O motivo da insatisfação popular é a permanência dos militares no poder e a demora para ser realizada a transição para um governo civil e democrático. Desde o dia 19 de novembro, os protestos ganharam força e enfrentaram a violenta repressão policial, que deixou dezenas de mortos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.