Segundo informou nwesta semana a agência de refugiados da ONU, um milhão de pessoas fugiram da guerra civil da Síria

Reuters

O comissário das Nações Unidas para Refugiados, Antonio Guterres, afirmou neste domingo que o número de refugiados sírios registrados fora do país pode crescer duas ou três vezes até o final do ano em relação aos atuais 1 milhão .

Leia também:
Reino Unido envia blindados à oposição; Síria soma 1 milhão de refugiados
Soldados da ONU são libertados por rebeldes sírios

Refugiados sírios, que deixaram Idlib, olham pela janela de um ônibus enquanto atravessam a fronteira da Turquia (foto de arquivo)
AP
Refugiados sírios, que deixaram Idlib, olham pela janela de um ônibus enquanto atravessam a fronteira da Turquia (foto de arquivo)

"Se a escalada continuar e nada surgir para resolver o problema, poderemos ter até o final do ano um número muito maior de refugiados. Duas a três vezes o nível atual", disse Guterres a jornalistas, em Ancara.

Durante a semana, o  Reino Unido anunciou que aumentará a ajuda para as forças da oposição da Síria , fornecendo materiais diversos, incluindo veículos blindados. Segundo o chanceler britânico, serão enviados milhões de libras em equipamentos "não letais", como ferramentas para comunicação e para a rede de eletricidade.

Hague disse que essa é uma resposta "necessária, proporcional e legítima" ao "extremo sofrimento humano" por qual passa o povo sírio. Segundo informou nesta quarta a agência de refugiados da ONU (ACNUR), um milhão de pessoas fugiram da guerra civil da Síria, aumentando a pressão sobre os países vizinhos que relutam em apoiar a oposição a Bashar al-Assad.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.