'Não sou aquilo que serve para qualquer doença', diz novo ministro

Ao iG, Gastão Vieira afirma que tem "imensa capacidade de ouvir as equipes técnicas". Assista à entrevista

Adriano Ceolin, iG Brasília |

O novo ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB-MA), afirmou nesta quinta-feira que não é um ministro "genérico". "Não sou aquilo que serve para qualquer doença. Eu tenho uma longa experiência administrativa e me orgulho disso, da imensa capacidade de ouvir as equipes técnicas", afirmou.

Ao contrário do que a declaração do novo ministro possa dar a entender, o medicamento genérico não é aquele que serve para qualquer doença, mas sim o que possui o mesmo princípio ativo de um medicamento de marca.

Vieira falou com o iG ao chegar ao Fórum Nacional do PMDB, realizado hoje em Brasília. Com as presenças da presidenta Dilma Rousseff (PT-SP) e do vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP), além de ministros, o evento reúne 4 mil pessoas.

O novo ministro também negou que sua ligação política com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-MA) possa atrapalhá-lo. Deputado federal pelo Maranhão, Vieira foi o nome indicado por Sarney ontem para ser o substituto de Pedro Novais na pasta do Turismo. Como Vieira, Novais também é deputado pelo PMDB do Maranhão e volta a assumir a cadeira na Câmara.

    Leia tudo sobre: PMDBGastão VieiraPedro NovaisTurismogenérico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG