Ministério Público quer cópias das fitas de suposto abuso no BBB

Ministério vai instaurar processo para identificar o que houve e pode pedir mudança de horário do programa ou até tirá-lo do ar

Severino Motta, iG Brasília |

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, vai abrir um procedimento para investigar o suposto abuso sexual ocorrido no BBB 12 na madrugada do último domingo. O ministério vai solicitar à Rede Globo cópia das fitas e do áudio de tudo o que ocorreu na casa naquela noite.

Leia também: Daniel é expulso do Big Brother Brasil 12, após suposto abuso sexual

De acordo com o MPF do Rio, investigar um abuso ou estupro é competência do Ministério Público Estatual. A entidade federal, porém, vai analisar a classificação indicativa do programa e como ele está sendo transmitido.

O objetivo do MPF é analisar que tipo de medidas preventivas a direção da emissora toma ou poderia ter tomado para evitar esse tipo de situação na casa. Um processo como esse pode sugerir desde a transferência do programa para outro horário como, em última instância, a solicitação de retirá-lo do ar.

Providências

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, havia encaminhado na tarde de segunda-feira um ofício ao Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro pedindo “providências” contra o episódio de suposto abuso sexual no programa.

No domingo de madrugada, internautas revoltados começaram uma campanha nas redes sociais pela expulsão de Daniel do BBB12, acusando-o de ter abusado sexualmente de Monique. A direção do programa na noite de segunda optou por eliminá-lo do programa por "comportamento inadequado".

Polêmica

Um vídeo deu iniciou à polêmica. Daniel foi acusado de estupro e um registro de ocorrência foi aberto na 32ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro (Taquara). A Secretaria também se informou sobre a mobilização da Polícia Civil do Rio de Janeiro em torno do caso.

Na tarde desta segunda-feira, policiais se dirigiram ao Projac para ouvir os envolvidos. O suposto abuso teria ocorrido após a primeira festa da casa, já na madrugada de domingo (15). Antes, na comemoração, Monique e Daniel começaram a flertar, mas sem nenhum contato mais íntimo. Porém, mais tarde, os dois são filmados deitados na mesma cama.

Confira: Áudio revela o que Monique falou no confessionário sobre o suposto abuso

Eles trocam alguns beijos, mas, em seguida, Monique aparentemente dorme. Enquanto ela fica estática, Daniel segue com movimentos embaixo do edredom. Quando outro brother entra no quarto, ele para. Outra cena mostra Monique de pernas abertas, mas imóvel, e Daniel supostamente fazendo carícias em suas partes íntimas.

Enquete: Você acha que houve abuso sexual no Big Brother Brasil 12?

No dia seguinte, sem se lembrar do ocorrido, Monique foi chamada ao confessionário. Mas antes dá um beijo de bom dia no brother e diz que “nunca mais vai beber com ele”. Confusa, ela questiona Daniel sobre o que realmente aconteceu durante e após a festa. Ele afirma: “Passei a mão” e dei “dois beijinhos”. Na noite de domingo (15), a edição do programa mostrou rapidamente a imagem e Pedro Bial brincou: “O amor é lindo”.

    Leia tudo sobre: bbb12ministério público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG