Orlando Silva pediu que agendassem para esta semana audiências em comissões da Câmara, onde explicará denúncias de corrupção

Acusado de integrar suposto esquema de corrupção na pasta, o ministro do Esporte, Orlando Silva, pediu para marcar para esta semana as datas em que seriam realizadas audiências em comissões da Câmara dos Deputados para discutir questões da Copa do Mundo de 2014 . As reuniões já haviam sido aprovadas, mas as datas estavam em aberto.

Ontem, porém, o ministro ligou para o líder comunista, deputado Osmar Júnior (PCdoB-PI), pedindo que antecipe os encontros. A ideia é aproveitar as audiências para prestar esclarecimentos sobre acusações de fraude.

Segundo denúncia publicada pela revista Veja , Orlando Silva teria recebido propina em esquema orquestrado pelo PCdoB, sigla do ministro, com o intuito de desviar dinheiro público por meio de convênios com ONGs.

Em nota, a assessoria de imprensa da liderança do PCdoB disse que Osmar Júnior fará, na segunda-feira, o pedido de marcação das datas das audiências aos presidentes das comissões de Turismo e Desporto (CTD), Jonas Donizette (PSB-SP), e de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), Sérgio Brito (PSC-BA).

Na nota, o líder comunista rebate as acusações de corrupção e afirma ter confiança em Orlando Silva. “A resposta será a transparência e a vinda a publico para oferecer a verdade à opinião pública. Claramente interesses escusos se utilizam de artimanhas para tentar manchar o nome de um jovem competente auxiliar do governo federal”, diz o texto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.